sicnot

Perfil

Desporto

Proença justifica FC Porto-Boavista de manhã com aposta da Liga na Ásia

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), Pedro Proença, justificou hoje a marcação do FC Porto-Boavista para a manhã de sábado com a necessidade de internacionalizar o campeonato principal, em especial para o mercado asiático.

Pedro Proença, presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional. (Arquivo)

Pedro Proença, presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional. (Arquivo)

Fernando Veludo / Lusa

Em declarações divulgadas no site oficial da LPFP, Pedro Proença observou que o organismo pretende com esta decisão facilitar a "entrada em destinos como a Ásia", pelo que, esta aposta, "exige esta adaptação em termos de horários", prometendo alargar a experiência a mais jogos durante a próxima época.

"Estamos certos que se trata de um caminho correto, no sentido da internacionalização da nossa Liga e na busca de novos mercados, de modo a acrescentar valor às nossas equipas, aos nossos jogadores, aos nossos treinadores e aos nossos árbitros",

O jogo entre o FC Porto e o Boavista, da 34.ª e última jornada da I Liga, está marcado para sábado, às 11:45 horas, e será o primeiro da história da competição a iniciar-se durante a manhã, mas o presidente do organismo quer ver mais jogos matinais, lembrando o sucesso da experiência na II Liga.

"É esse caminho que, olhando sempre para a nossa realidade específica, pretendemos trilhar. Vamos, na próxima época, apostar em mais transmissões televisivas e na diversificação dos horários dos nossos jogos", adiantou.

Para Pedro Proença aquele é o "caminho correto, no sentido da internacionalização" da Liga, assinalando que Inglaterra e Espanha, "duas das ligas europeias de referência (...) há muito que iniciaram esta aposta direcionada para os mercados asiáticos, com proveitos significativos".

O dérbi portuense será a partida oficial que começará mais cedo na história do Estádio do Dragão e o presidente da LPFP não escondeu que tem "muita expetativa" relativamente aos valores da assistência no estádio do FC Porto e da audiência televisiva.

"Estamos convictos de que em todos os aspetos, mesmo no plano desportivo e ao nível da performance dos jogadores em campo, a experiência que iremos realizar este sábado será positiva", considerou o presidente do organismo representativo dos clubes.

Pedro Proença elogiou "a colaboração dos clubes envolvidos nesta experiência", congratulando-se pelo facto de envolver "um dos três grandes" e por se trata de "um dérbi da cidade do Porto, que desperta sempre um interesse suplementar".

Lusa

  • Quase 200 queixas por dia sobre serviços de saúde em 2017
    1:46

    País

    Foram apresentadas, em 2017, quase 200 queixas por dia sobre o funcionamento dos serviços de saúde públicos e privados. As questões administrativas e os tempos de espera foram as principais razões das mais de 70 mil reclamações recebidas pela Entidade Reguladora da Saúde.

  • Fim de semana com chuva e descida da temperatura

    País

    A chuva regressa hoje a Portugal continental e permanece pelo menos até ao início da semana, prevendo-se ainda uma descida da temperatura máxima entre 04 a 06 graus Celsius, disse à Lusa a meteorologista Cristina Simões.

  • 45 anos de Partido Socialista
    3:31

    País

    O PS completou 45 anos esta quinta-feira. Acaso ou não, a festa aconteceu um dia depois de terem ficado concluídos dois acordos com o PSD que fazem renascer o debate sobre o posicionamento ideológico do partido socialista.

  • Senado aprova à tangente novo diretor da NASA

    Mundo

    O Senado norte-americano aprovou na quinta-feira, à tangente, a nomeação do novo diretor da agência espacial norte-americana, com 50 votos favoráveis contra 49, colocando à frente da NASA um cético das alterações climáticas, adiantou a Efe.

  • Trocar a economia pela dança
    7:21
    Mudar de Vida

    Mudar de Vida

    5ª FEIRA NO JORNAL DA NOITE

    No "Mudar de Vida" desta quinta-feira damos a conhecer mais um caso de quem teve coragem de arriscar e procurar um novo futuro. Susana Moraes é uma economista que decidiu seguir a paixão pela dança. 

  • Mágico comove audiência do Britain's Got Talent com a história de cancro da mulher e da filha
    5:16