sicnot

Perfil

Desporto

Proença justifica FC Porto-Boavista de manhã com aposta da Liga na Ásia

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), Pedro Proença, justificou hoje a marcação do FC Porto-Boavista para a manhã de sábado com a necessidade de internacionalizar o campeonato principal, em especial para o mercado asiático.

Pedro Proença, presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional. (Arquivo)

Pedro Proença, presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional. (Arquivo)

Fernando Veludo / Lusa

Em declarações divulgadas no site oficial da LPFP, Pedro Proença observou que o organismo pretende com esta decisão facilitar a "entrada em destinos como a Ásia", pelo que, esta aposta, "exige esta adaptação em termos de horários", prometendo alargar a experiência a mais jogos durante a próxima época.

"Estamos certos que se trata de um caminho correto, no sentido da internacionalização da nossa Liga e na busca de novos mercados, de modo a acrescentar valor às nossas equipas, aos nossos jogadores, aos nossos treinadores e aos nossos árbitros",

O jogo entre o FC Porto e o Boavista, da 34.ª e última jornada da I Liga, está marcado para sábado, às 11:45 horas, e será o primeiro da história da competição a iniciar-se durante a manhã, mas o presidente do organismo quer ver mais jogos matinais, lembrando o sucesso da experiência na II Liga.

"É esse caminho que, olhando sempre para a nossa realidade específica, pretendemos trilhar. Vamos, na próxima época, apostar em mais transmissões televisivas e na diversificação dos horários dos nossos jogos", adiantou.

Para Pedro Proença aquele é o "caminho correto, no sentido da internacionalização" da Liga, assinalando que Inglaterra e Espanha, "duas das ligas europeias de referência (...) há muito que iniciaram esta aposta direcionada para os mercados asiáticos, com proveitos significativos".

O dérbi portuense será a partida oficial que começará mais cedo na história do Estádio do Dragão e o presidente da LPFP não escondeu que tem "muita expetativa" relativamente aos valores da assistência no estádio do FC Porto e da audiência televisiva.

"Estamos convictos de que em todos os aspetos, mesmo no plano desportivo e ao nível da performance dos jogadores em campo, a experiência que iremos realizar este sábado será positiva", considerou o presidente do organismo representativo dos clubes.

Pedro Proença elogiou "a colaboração dos clubes envolvidos nesta experiência", congratulando-se pelo facto de envolver "um dos três grandes" e por se trata de "um dérbi da cidade do Porto, que desperta sempre um interesse suplementar".

Lusa

  • Circulação retomada na A23, mais de 1.600 operacionais no combate às chamas

    País

    A circulação rodoviária na A23 foi completamente restabelecida ao início da manhã depois de ter estado cortada por causa dos incêndios que, no total, mobilizam mais de 1.600 operacionais e contam com reforço espanhol. Nos vários fogos que atingem o país estão 1.648 operacionais no terreno, apoiados por mais de 500 viaturas e 15 meios aéreos.

  • Marcelo lembra ditadura para deixar elogios à liberdade de imprensa e separação de poderes
    0:29
  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26

    País

    O candidato do PSD à Câmara Municipal de Loures, André Ventura, foi entrevistado esta terça-feira na Edição da Noite da SIC Notícias. Em análise, a polémica em torno das declarações do candidato sobre a comunidade cigana.

    Entrevista SIC Notícias

  • Rajoy nega conhecimento de financiamentos ilegais no PP

    Mundo

    O primeiro-ministro espanhol negou hoje ter conhecimento de um esquema ilegal de financiamento, que envolve vários responsáveis do Partido Popular (PP, direita), que lidera. Durante uma audição no tribunal, Mariano Rajoy garantiu ainda que não aceitou nenhum pagamento ilícito.