sicnot

Perfil

Desporto

Toni acredita que euforia dos adeptos não vai chegar ao balneário do Benfica

O antigo jogador e treinador do Benfica Toni sublinhou hoje que o plantel dos 'encarnados' não se vai deixar influenciar pela euforia vivida pelos adeptos, recordando que "não há vencedores nem vencidos antecipados" no futebol.

"O Benfica tem de pôr em campo muito daquilo que tem feito no campeonato, muita determinação, querer, vontade, qualidade no jogo, respeitar o adversário, não se deixar levar pela euforia que existe nos adeptos porque não há vencedores nem vencidos antecipados. Acredito que a euforia não chega ao balneário porque há erros cometidos no passado recente que arredondaram na perda do campeonato", afirmou à agência Lusa à margem da apresentação do livro Relato.

Toni sublinhou que o jogo de domingo frente ao Nacional é o mais importante para o Benfica.

"A equipa tem de estar física e mentalmente preparada para sofrer. Não se é campeão sem capacidade sofrimento. Há noventa minutos para jogar e são os mais importantes", sublinhou.

O internacional português não esqueceu o Sporting, que considera favorito para defrontar o Sporting de Braga.

"O Sporting tem um adversário que prepara a final da Taça de Portugal, vai pôr dificuldades, mas o Sporting é favorito e, independentemente do seu resultado, o Benfica tem de pensar no seu jogo", concluiu.

No domingo, a partir das 17:00, Benfica e Sporting podem sagrar-se campeões da edição 2015/16 da I Liga, bastando aos 'encarnados' vencer na receção ao Nacional, enquanto os 'verdes e brancos' necessitam de ganhar no terreno do Sporting de Braga e que os bicampeões percam pontos.

Lusa

  • Aeroporto Cristiano Ronaldo? Nem todos os madeirenses estão de acordo
    2:21
  • Fatura da água a dobrar
    2:26

    Economia

    Desde o início do ano que a população de Celorico de Basto está a receber duas faturas da água para pagar. Tanto a Câmara como a Águas do Norte reclamam o direito a cobrar pelo serviço. Contactada pela SIC, a Entidade Reguladora esclarece que o município não pode emitir faturas e tem de devolver o dinheiro.

  • Vala comum com 6 mil corpos em Mossul
    1:43

    Daesh

    Há suspeitas de que o Daesh tenha criado uma vala comum com cerca de seis mil corpos a sul de Mossul, no Iraque. A área em redor estará minada. A revelação é de uma equipa de reportagem da televisão britânica Sky News.

  • A menina que os pais queriam chamar "Allah"

    Mundo

    ZalyKha Graceful Lorraina Allah tem 22 meses, anda não sabe ler nem escrever mas já está no centro de um processo judicial contra o Estado da Georgia, nos EUA. Os pais, Elizabeth Handy e Bilal Walk, apoiados por uma ONG, exigem na justiça que o nome seja reconhecido na certidão de nascimento para que a criança possa ser inscrita na escola, na segurança social ou nos registos e notoriado. O casal já tem um filho de 3 anos que se chama Masterful Mosirah Aly Allah.