sicnot

Perfil

Desporto

Bernardo Silva pode falhar Euro2016 devido a lesão

O internacional português Bernardo Silva sofreu uma lesão na coxa direita no treino de sexta-feira do Mónaco, de preparação para o jogo com o Montpellier, e a sua participação no Euro2016 de futebol está em risco.

© Reuters Staff / Reuters

"Lesionei-me na coxa direita, durante o último treino", contou Bernardo Silva à agência AFP, quando se preparava na bancada para assistir ao jogo com o Montpellier, no estádio Louis II, da 38ª e última jornada do campeonato francês.

O futebolista português, que foi sujeito a uma ecografia na sexta-feira, revelou que viajará para Portugal no domingo para que o departamento médico da seleção portuguesa o observe e avalie a extensão da lesão e as possibilidades da sua recuperação ou não para a fase final do Euro2016.

Questionado sobre a lesão, Bernardo Silva foi evasivo em relação à gravidade da mesma e confessou ter dúvidas sobre a sua aptidão para disputar o campeonato europeu.

A lista de 23 jogadores portugueses selecionados para a competição, que se desenrolará em França a partir de 10 de junho, será apresentada na terça-feira à tarde pelo selecionador Fernando Santos.

A seleção lusa tem previstos três encontros de preparação frente à Noruega, a 29 maio, à Inglaterra, a 02 de junho, e à Estónia, a 08 de junho, antes de se estrear na competição a 14 de junho, em Saint-Étienne, no estádio Geoffroy-Guichard, com a Islândia.

Lusa

  • "Nobel é um incentivo para toda uma nação"
    1:19

    Mundo

    O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos recebeu ao início da tarde na Noruega o prémio pelo trabalho que desenvolveu junto das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, FARC. As cerimónias são este sábado e marcadas pela ausência do Nobel da Literatura, Bob Dylan.

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55

    Football Leaks

    Com o escândalo dos agentes de futebol a dar que falar, o Expresso revela este sábado os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa. O nome da empresa de que é administrador, a Energy Soccer, surge na investigação em transferências de jogadores que envolvem o Futebol Clube do Porto num conflito de interesses.