sicnot

Perfil

Desporto

Mark Pieth acusa Infantinno do "mesmo autoritarismo" de Blatter

Mark Pieth, um dos juristas que promoveu o plano de reformas na FIFA, acusou hoje o presidente do organismo, Gianni Infantino, de recorrer ao "mesmo autoritarismo" do seu antecessor, Joseph Blatter.

© Arnd Wiegmann / Reuters

Um dia depois da demissão de Domenico Scala da presidência da Comissão de Auditoria da FIFA, Mark Pieth, um dos colaboradores do presidente demissionário, disse à agência AFP que "caiu a máscara" a Gianni Infantino.

"[Infantinno] Está a mostrar as suas reais motivações e a sua verdadeira personalidade. Estão a regressar os piores tempos do 'Blatterismo'. Caiu a máscara", acusou o jurista suíço.

Domenico Scala demitiu-se do cargo em protesto contra medidas que considerou ameaçarem a independência deste órgão.

Esta decisão foi tomada depois de Gianni Infantino ter transferido para o Comité Executivo a competência de nomear ou demitir os presidentes das comissões de Ética ou Auditoria, o que, para Scala, "priva esses organismos da sua independência" e também "destrói um dos principais motivos das reformas".

Segundo Scala, com a decisão tomada em Congresso, na Cidade do México, é possível ao Comité Executivo "interferir, a qualquer momento, nas investigações".

Mark Pieth lembrou que as investigações do Comité de Auditoria tiveram sempre a "intervenção velada" de Blatter, sempre que apontavam para alguém próximo do ex-presidente.

O jurista insistiu que Infantinno "está a tentar ter controlo absoluto" com a decisão tomada no último Congresso.

Lusa

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalaram-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.