sicnot

Perfil

Desporto

Chelsea e Tottenham multados em 763 mil euros após incidentes a dois de maio

O Chelsea e o Tottenham foram hoje multados em 375 mil libras (477 mil euros) e 225 mil libras (286 mil euros), respetivamente, na sequência dos incidentes a 2 de maio entre jogadores daqueles dois clubes de futebol.

© Reuters Staff / Reuters

Em comunicado, a Federação Inglesa de Futebol (FA) justificou as sanções com a incapacidade revelada dos dois clubes londrinos em "controlarem os seus jogadores e restantes membros da equipa".

Ao longo da partida, que terminou com um empate 2-2, sucederam-se as entradas duríssimas e as agressões, com o árbitro Mark Clattenberg a mostrar por 12 vezes o cartão amarelo, nove a jogadores do Tottenham, que acabaram o jogo completamente de cabeça perdida (o Tottenham necessitava de vencer para se manter na corrida ao título).

O clima de grande tensão prolongou-se depois do apito final, com agressões entre jogadores à entrada do túnel de acesso aos balneários, sempre com o avançado internacional espanhol Diego Costa, do Chelsea, no centro das atenções.

Lusa

  • Eliseu está com gripe e não treinou

    Taça das Confederações

    Eliseu não deverá ser opção para jogo de sábado da seleção nacional, na Taça das Confederações. O jogador está com gripe e não treinou esta manhã em S. Petersburgo. Sem Raphaël Guerreiro, lesionado, Portugal fica sem defesas esquerdos disponíveis.

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Metade dos moradores de Sandinha recusaram sair das casas
    3:14
  • Habitantes de Várzeas tentam regressar à normalidade
    2:48
  • Corpos da tragédia em Pedrógão guardados em camião de alimentos
    8:11

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Duarte Nuno Vieira, médico legista, esteve esta quinta-feira, na Edição da Noite, para comentar o que já foi feito e o que falta fazer em Pedrógão Grande, depois de ter sido atingido pelos incêndios. O presidente do Conselho Europeu de Medicina Legal defendeu que guardar os corpos das vítimas mortais num camião de alimentos foi uma "maneira de solucionar o problema da forma possível", visto que não há espaço no Instituto Nacional De Medicina Legal.

  • Johnny Depp sugere assassínio de Trump
    0:31