sicnot

Perfil

Desporto

Direção da Liga em reunião extraordinária para analisar corrupção

A direção da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) está hoje reunida, a título extraordinário, para debater as investigações sobre corrupção na II Liga e os pressupostos financeiros de participação nas competições profissionais.

Fonte ligada a um dos processos disse à Lusa que está a ser analisada a questão da detenção de 15 pessoas no sábado por suspeitas de viciação de resultados na II Liga, bem como o caso do Moreirense em 2012, também no segundo escalão.

No sábado, a Polícia Judiciária deteve quatro jogadores do Oriental e outros tantos da Oliveirense, o presidente e um diretor do Leixões e outros cinco envolvidos na alegada manipulação, associada a apostas desportivas.

No caso do Moreirense, que data de 2012, o Ministério Público acusou o clube de seis crimes de corrupção ativa e, caso seja considerado provado, a continuidade do emblema minhoto na I Liga pode estar comprometida.

De acordo com a acusação, na reta final da temporada 2011/2012, que resultou na subida do Moreirense à I Liga, terão sido contactados seis jogadores do Santa Clara e da Naval com o objetivo de facilitarem nos jogos contra o Moreirense.

Os jogadores abordados foram Lourenço e Paulo Grilo, do Santa Clara, e ainda João Pedro, Hugo Santos, Manuel Godinho e Williams, da Naval 1.ª de Maio.

Lourenço, João Pedro, Hugo Santos e Manuel Godinho recusaram a verba oferecida, de 5 mil euros. Segundo a acusação do Ministério Público, o único jogador que aceitou a oferta dos ex-jogadores ligados ao Moreirense foi Williams.

O Ministério Público diz mesmo, na acusação, que foi fácil corromper o brasileiro.

Os salários em atraso são vistos por alguns agentes do futebol como fator que fragiliza os jogadores e facilita casos de corrupção, razão pela qual a questão dos pressupostos financeiros de participação nas competições profissionais também esteja em debate.

  • Braga perde com Shakhtar e fica fora dos 16 avos de final da Liga Europa
    3:16
  • "Quem não deve não teme"

    Football Leaks

    O futebolista português Cristiano Ronaldo, questionado sobre a sua alegada fuga ao fisco veiculada pela investigação "Football Leaks", disse que "quem não deve não teme", numa reação difundida esta quinta-feira pela rádio espanhola Onda Cero.

  • Cerca de 150 civis doentes retirados de Alepo

    Mundo

    Cerca de 150 civis, a maioria doentes ou deficientes, foram retirados na noite de quarta-feira para quinta-feira de um centro de saúde de Aleppo, na parte mais antiga da cidade tomada pelo exército sírio, anunciou a Cruz Vermelha internacional.

  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalam-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.