sicnot

Perfil

Desporto

Toni diz que "Rui Vitória foi vergastado e humilhado e isso fez a diferença"

O treinador de futebol Toni disse hoje que "Rui Vitória foi vergastado e humilhado" por Jorge Jesus e isso deu força para a conquista do título nacional por parte do Benfica.

ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Antiga glória do Benfica e também treinador, Toni, em declarações à margem do Congresso Internacional de Futebol, que se realizou na Maia, referiu que os ataques do técnico do Sporting tiveram o efeito contrário e trouxeram força ao grupo 'encarnado'.

"O futebol é feito de pequenos detalhes e verificou-se um muito importante numa conferência de imprensa em Setúbal, em que Jorge Jesus atacou Rui Vitória, e isso espoletou um sentimento muito forte de união em torno do líder da equipa, que foi vergastado e humilhado, fazendo com que os adeptos ficassem mais próximos do treinador. Subestimar o adversário é um mau caminho. Na sequência de uma pergunta enviesada, em Setúbal, Jorge Jesus baixou para níveis não aceitáveis. Os 'mind games' são importantes, desde que sejam num plano de elevação", referiu.

Toni acrescentou ainda que o Sporting não se preparou da melhor forma na comunicação e que "quando se entra no exagero é reprovável".

Relativamente à final da Taça da Liga, não tem dúvidas: "O Benfica é favorito, mas terá de traduzir em campo esse favoritismo, é preciso ver como a equipa vai recuperar das festas e das homenagens. O Marítimo tem as suas armas e nunca ganhou a Taça da Liga."

Já no caso da Taça de Portugal, Toni prevê "um grande espetáculo".

"O FC Porto está a recuperar de uma época desastrosa e lavar a cara. O Braga é uma equipa bem estruturada", referiu ainda.

Lusa

  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • G7 reforça compromisso na luta contra o terrorismo
    2:11