sicnot

Perfil

Desporto

NOS e Vodafone assinam memorando sobre direitos de transmissão de eventos desportivos

A NOS anunciou hoje a celebração de um memorando de entendimento com a Vodafone Portugal que define as "principais linhas" para a disponibilização recíproca de direitos de transmissão de eventos desportivos e a comparticipação nos custos associados.

reuters

Em comunicado enviado hoje à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a operadora de telecomunicações adianta que foi celebrado um memorando de entendimento entre a NOS, a NOS Lusomundo Audiovisuais e a Vodafone Portugal.

Este memorando tem como objeto "a definição das principais linhas de um acordo para a disponibilização recíproca de direitos de transmissão relativos a eventos desportivos, bem como de direitos de transmissão e distribuição de canais de desporto e de canais de clubes, que sejam atualmente detidos ou venham a ser adquiridos pelas partes".

O acordo inclui ainda "a comparticipação nos custos (atuais e futuros) associados a estes conteúdos desportivos".

A NOS adianta que o memorando de entendimento prevê "que os demais operadores de comunicações eletrónicas presentes no mercado português poderão aderir ao acordo que venha a ser estabelecido, desde que tal adesão seja efetuada nos termos e em condições idênticas às acordadas entre as partes".

Num outro comunicado entretanto divulgado, as operadoras avançam que o acordo irá vigorar por várias épocas desportivas, embora não especificando quantas, terá início já 2016/17, garantindo que todos os clientes da NOS e Vodafone vão ter acesso ao canal do Benfica e aos jogos do Benfica em casa, independentemente do canal onde estes estejam a ser transmitidos.

"Este acordo é um passo determinante na concretização do compromisso que assumimos, desde o primeiro momento, em assegurar condições para que os conteúdos desportivos estejam disponíveis para todos os operadores", avançou Miguel Almeida, CEO da NOS.

Já Mário Vaz, CEO da Vodafone Portugal, trata-se de um momento "decisivo para a Vodafone e para o mercado" considerando que a empresa cumpre a promessa de levar aos clientes "os conteúdos que estes valorizam", lançando as bases para o desenvolvimento de um mercado de acesso a conteúdos

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".