sicnot

Perfil

Desporto

João Sousa estreia-se frente ao bósnio Damir Dzumhur em Roland Garros

O tenista português João Sousa, 26.º cabeça de série, vai defrontar o bósnio Damir Dzumhur na primeira ronda do torneio francês de Roland Garros, segunda prova do 'Grand Slam' de 2016, ditou o sorteio realizado hoje em Paris.

JUANJO MARTIN/ EPA

Sousa, 28.º classificado do 'ranking' mundial, defronta um adversário posicionado 43 lugares abaixo na classificação da ATP, na 71.ª posição, mas frente ao qual perdeu os dois únicos encontros que disputou, em 2010 e 2013.

O tenista luso, de 27 anos, mediu pela primeira vez forças com Dzumhur na Taça Davis, tendo perdido por 4-6, 6-4 e 6-1, e voltou a sair derrotado no torneio 'challenger' de Kosice (Eslováquia), de forma ainda mais inequívoca, por 6-0 e 6-4.

Sousa, que disputa na sexta-feira as meias-finais do torneio de Nice, frente ao alemão Alexander Zverev, nunca ultrapassou a segunda eliminatória no quadro de singulares em Roland Garros, tendo sido afastado nessa ronda no ano passado, pelo britânico Andy Murray.

Caso se imponha a Dzumhur, que em 2015 atingiu a terceira ronda do torneio de terra batida, o melhor resultado do bósnio na prova francesa, o tenista português vai defrontar o vencedor do confronto entre o italiano Andreas Seppi e o letão Ernests Gulbis.

O suíço Stan Wawrinka, campeão em exercício e terceiro favorito, defronta na ronda inaugural o checo Lukas Rosol, enquanto o sérvio Novak Djokovic, finalista vencido, líder do 'ranking' mundial e primeiro pré-designado, mede forças com o chinês Yen-Hsun Lu.

O espanhol Rafael Nadal, quarto favorito e recordista de vitórias do torneio, com nove títulos (2005, 2006, 2007, 2008, 2010, 2011, 2012, 2013 e 2014) vai estrear-se na edição deste ano frente ao australiano Sam Groth.

No setor feminino, a norte-americana Serena Williams, atual campeã, número um do mundo e primeira cabeça de série, vai iniciar a defesa do título perante a eslovaca Magdalena Rybarikova.

Lusa

  • Hasta pública de madeira ardida rendeu 2,85 milhões de euros

    País

    Mais de meia centena de lotes de madeira ardida proveniente de matas nacionais e perímetros florestais geridos pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) foram esta quinta-feira vendidos por 2,85 milhões de euros, numa hasta pública em Viseu.

  • Manifestações de apoio aos pais de Alfie impedidos de o levar para Itália
    3:03

    Mundo

    A justiça britânica rejeitou um novo recurso dos pais do bebé Alfie, que está em estado semivegetativo. O objetivo era levar o menino para Itália, para ser assistido numa unidade pediátrica no Vaticano. Os pais não querem que as máquinas sejam desligadas, mas os médicos defendem que os tratamentos são inúteis.