sicnot

Perfil

Desporto

Beatriz Gomes e Helena Rodrigues vencem Taça do Mundo em K2 200 metros

As portuguesas Beatriz Gomes e Helena Rodrigues venceram hoje a prova de K2 200 metros da Taça do Mundo de Duisburgo, enquanto Emanuel Silva e João Ribeiro conquistaram a medalha de bronze em K2 1.000 metros.

Federação Portuguesa de Canoagem

Beatriz Gomes e Helena Rodrigues venceram a final direta na distância, que cumpriram em 37,854 segundos, deixando as polacas Dominika Wlodarczyk e Anna Pulawska no segundo lugar, com o tempo de 38,372.

Em K2 1.000, Emanuel Silva e João Ribeiro não foram além do terceiro lugar, com o registo de 3.09.060, atrás dos bielorrussos Vitaliy Bialko e Raman Piatrushenka (3.08,902) e dos sérvios Marko Tomicevic e Milenko Zoric (3.08,986), primeiro e segundos classificados, respetivamente.

Fernando Pimenta terminou no sétimo lugar a competição em K1 1.000 metros, Bruno Afonso e Nuno Silva no nono em C2 200 metros, enquanto Francisca Laia venceu a final C em K1 200 metros.

Em C1 200 metros, Hélder Silva qualificou-se para a final A, com o primeiro lugar na meia-final, enquanto Tiago Tavares foi relegado para a final B.

Lusa

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.