sicnot

Perfil

Desporto

Gastão Elias campeão no challenger de Mestre

O tenista português Gastão Elias, número dois nacional, conquistou hoje o challenger italiano de Mestre, ao derrotar na final o argentino Horacio Zeballos, por 7-6 (7-0) e 6-2.

arquivo reuters

Para somar o seu sexto título no circuito challenger, segundo escalão da modalidade, o 98.º jogador mundial e quarto cabeça de série do torneio italiano precisou de uma hora e 29 minutos.

Depois de na véspera ter batido o italiano Paolo Lorenzi, 50.º tenista mundial, Gastão Elias voltou a demonstrar que está a atravessar o melhor momento da sua carreira, impondo-se ao velho conhecido Zeballos, 93.º do ranking ATP.

"Sabia que era uma final muito complicada. Já nos conhecemos muito bem e por isso sabíamos o que o outro poderia vir a fazer no jogo. Ele é um jogador que depende muito do serviço e eu sabia que se conseguisse um break cedo tinha mais hipóteses. Foi isso que aconteceu. Apesar de não ter conseguido fechar o primeiro set aos 5-3, consegui reagir bem e jogar um tie-break perfeito. No segundo parcial, sabia que ele ia sentir algumas dificuldades em recuperar e aproveitei muito bem as duas chances que tive para quebrar-lhe o serviço", explicou Elias à agência Lusa.

Com a vitória de hoje, o número dois nacional passa a contar com seis troféus, todos da categoria challenger, depois de Turim (Itália), conseguido em abril, Guaiaquil (Equador) e Lima (Peru) conquistados em duas semanas consecutivas no final de 2015, Santos (2013) e Rio de Janeiro (2012).

O jovem da Lourinhã, radicado na Florida, que tinha como melhor classificação até hoje o seu 92.º posto da hierarquia mundial, vai entrar no top 90 na próxima atualização do ranking, demonstrando que a opção de não disputar Roland Garros foi uma boa aposta.

Lusa

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.