sicnot

Perfil

Desporto

Peter Schmeichel diz que José Mourinho "pode salvar" Manchester United

O antigo guarda-redes do Manchester United Peter Schmeichel considerou hoje que o português José Mourinho, apontado como sucessor de Louis van Gaal no comando técnico dos 'red devils', "pode salvar" a equipa que representou de 1991 a 1999.

© Reuters Staff / Reuters

"No topo dos desejos de Mourinho sempre esteve treinar o Manchester United. (...) Agora, o clube deverá ter aquele que, em teoria, é o melhor treinador do mundo e o único que o pode salvar", afirmou Schmeichel, que foi campeão em Portugal com o Sporting em 1999/2000.

Schmeichel, que venceu cinco títulos da Liga inglesa ao serviço do Manchester United, considerou que o treinador português "está preparado" para assumir o comando técnico da equipa, mas não deve esquecer "os valores da instituição".

Dois dias depois da conquista da Taça de Inglaterra, único título do Manchester United sob comando de Van Gaal, o clube anunciou hoje o despedimento do treinador holandês, que tinha ainda um ano de contrato, com a imprensa a dar José Mourinho, ex-treinador do Chelsea, como o seu substituto.

Nas duas épocas do holandês, o Manchester United foi quarto classificado do campeonato em 2014/15 e quinto na temporada que agora termina, com os mesmos pontos do quarto, mas falhando o acesso à Liga dos Campeões.

Lusa

  • Casa Branca isolada devido a pacote suspeito

    Mundo

    A Casa Branca foi esta terça-feira isolada devido à presença de um pacote suspeito junto a uma das vedações que limitam o edifício governamental norte-americano. A situação já foi normalizada e o objeto retirado do local.

  • Inspetores do SEF cansados das promessas do Governo
    1:00

    País

    O sindicato do SEF garante que a segurança contra o terrorismo vai ser assegurada na greve de quinta-feira e sexta-feira nos aeroportos. Acácio Pereira, do sindicato, diz que os inspetores são quase escravos e que estão fartos das promessas do Governo. A greve deverá afetar cerca de 30 mil pessoas. 

  • Graça Fonseca, a primeira governante a assumir-se homossexual
    1:02

    País

    A secretária de Estado da Modernização Administrativa deu uma entrevista ao Diário de Notícias onde assume a sua homossexualidade. É a primeira vez que um governante português o faz. Graça Fonseca assume esta posição pública como uma "afirmação política".