sicnot

Perfil

Desporto

Seis detidos por venda irregular de bilhetes para finais das taças de Portugal e da Liga

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) anunciou a detenção de seis pessoas por "especulação e venda irregular de bilhetes" no âmbito das finais da Taça de Portugal e da Taça da Liga em futebol.

JOSÉ SENA GOULÃO

No domingo, no âmbito da final do Jamor (SC Braga - FC Porto), foram detidas quatro pessoas e na sexta-feira, por ocasião do jogo da Taça da Liga entre o Benfica e o Marítimo, outras duas.

Em comunicado, a ASAE indicou que, no âmbito da final da Taça de Portugal, realizada no domingo, no Jamor (Oeiras), foram confiscados nove bilhetes e 420 euros em dinheiro.

Este órgão de polícia criminal sublinhou que, de modo a combater a contrafação, "foram igualmente instaurados dois processos-crime por venda e ocultação de artigos contrafeitos". Foram ainda confiscados cerca de 50 artigos têxteis, num valor aproximado de 400 euros, acrescentou.

Foram também apreendidos dois bilhetes na passada sexta-feira, nos arredores do estádio da Académica, onde se realizou a final da Taça da Liga de futebol, tendo sido detidos dois indivíduos por especulação e venda irregular de bilhetes.

Os detidos foram presentes a tribunal, tendo a um deles sido concedida a suspensão do processo durante seis meses mediante o pagamento de uma multa de 200 euros, enquanto os restantes aguardam a abertura de um inquérito, refere ainda a ASAE.

Lusa

  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".