sicnot

Perfil

Desporto

Gastão Elias na segunda ronda do 'challenger' italiano de Vicenza

O tenista português Gastão Elias, número dois nacional, apurou-se hoje para a segunda ronda do 'challenger' italiano de Vicenza, ao derrotar o brasileiro Guilherme Clezar.

© Vincent Kessler / Reuters

Elias, que com o triunfo na semana passada no 'challenger' de Mestre, igualmente em Itália, subiu ao 88.º lugar do 'ranking' mundial, derrotou em dois 'sets' o número 177 do mundo, vencendo pelos parciais de 6-4 e 6-4, em 1:39 horas.

"Foi um jogo mais ou menos controlado do início ao fim. Senti que o meu jogo o estava a incomodar e não saí muito do plano original, que era ser sólido e jogar mais pelo lado esquerdo sabendo que era claramente o mais fraco", disse à agência Lusa o jogador da Lourinhã.

Na próxima ronda, o tenista luso, que em Mestre assegurou a sua sexta vitória no circuito 'challenger', o segundo escalão da modalidade, vai medir forças com o croata Viktor Galovic, atual 585.º da hierarquia mundial.

Lusa

  • Brinquedos tecnológicos para oferecer no Natal
    5:33
  • Aniversário de Marcelo passado nas comemorações dos 700 anos da Marinha
    1:45

    País

    O Presidente da República defende que é preciso continuar a investir na Armada, nas pessoas, nas capacidades e no apoio de retaguarda. No dia em que fez 69 anos, Marcelo Rebelo de Sousa esteve nas comemorações dos 700 da Marinha, onde sublinhou os sete séculos de conquistas e de combates navais.

  • Rui Rio comprometeu-se a realizar apenas dois debates
    0:45

    País

    Rui Rio disse esta terça-feira que foi apanhado de surpresa com a mudança de posição de Pedro Santana Lopes, que exige três debates entre os dois candidatos à liderança do PSD nos canais generalistas. Rui Rio reiterou ainda que se comprometeu a fazer apenas dois debates.

  • Costa anuncia reunião sobre neutralidade carbónica em fevereiro
    2:03

    País

    O Presidente francês defende que é preciso ir mais longe e mais rápido na luta contra as alteração climáticas, numa resposta à decisão de Donald Trump de retirar os EUA do Acordo de Paris. Em fevereiro, será a vez de Portugal organizar uma reunião sobre energia e transportes.