sicnot

Perfil

Desporto

Zidane conta com Ronaldo a 100% para ajudar o Real Madrid a ser campeão

O treinador do Real Madrid, Zinedine Zidane, disse esta sexta-feira que o português Cristiano Ronaldo está totalmente apto a ajudá-lo a conquistar no sábado a sua primeira Liga dos Campeões de futebol, a 11.ª dos merengues.

© Reuters Staff / Reuters

"Acho que está bem. A 100%. É para jogar uma final... se tinha alguma coisa, acho que já está bem. Tinha um incómodo, mas não o mesmo de Londres. Agora é totalmente diferente e vai estar a 100%", disse o técnico, na antecipação ao desafio com o Atlético de Madrid, em Milão, Itália.

Numa conferência pródiga em respostas sintéticas, o técnico admitiu que espera um jogo "dificílimo", mas garantiu que o Real Madrid "está preparado".

"Todos os jogadores querem que o jogo comece e eu também. Fui finalista como jogador, como treinador-adjunto e agora como técnico principal. Estou feliz e a viver o momento intensamente. Chegar a uma final não é fácil. Os jogadores foram fenomenais em tudo", elogiou.

Zidane considera que os rivais de Madrid são os "justos finalistas" da 'liga milionária', uma vez que entende que "foram as melhores equipas" na competição, na qual vão reeditar a final de 2013/14, em Lisboa, quando o gaulês era adjunto de Carlo Ancelotti no triunfo frente aos 'colchoneros', já no prolongamento.

"Foram as melhores equipas. Merecem. Sofremos muito, mas é normal. Não existe sucesso sem sofrimento. Ninguém nos pode tirar o que fizemos. O fracasso só pode existir na atitude. Estamos preparados. Muito preparados para jogar", vincou.

Zinedine Zidane lembrou ainda que "o lema do Real Madrid sempre foi o mesmo, unidade, esforço, companheirismo e na hora de jogar todos meterem qualidade e tudo o que se tem em campo".

"Primeiro temos de defender bem, sobretudo sem a bola. É a única coisa a fazer. Temos as nossas armas para atacar, para fazer bem as coisas. O que há que fazer é correr. Correr, correr, correr...", resumiu.

O defesa central Sérgio Ramos diz que nada mudava no guião em relação à final de Lisboa, mas garantiu que o clube não vive do passado, pelo que vai atacar a final "como se nunca tivesse conquistado qualquer Liga dos Campeões".

"Vamos com a mesma fome - ou mais -, ilusão e vontade. Sabemos o que o treinador nos pede e temos de o fazer. Com intensidade e errar o menos possível. As finais ficam marcadas por pequenos detalhes", completou.

Já o lateral Marcelo disse ser "impossível" não pensar na final de Lisboa frente ao Atlético de Madrid e que agora, para "voltar a viver um grande dia", a equipa precisa "trabalhar e lutar, com muita concentração até ao fim".

Lusa

  • "É mais um notável tiro no pé de Passos Coelho"
    4:04

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite, a polémica em torno de Pedro Passos Coelho, depois do presidente do PSD ter pedido desculpas por ter "usado informação não confirmada", ao falar na existência de suicídios, depois desmentidos, como consequência da falta de apoio psicológico na tragédia de Pedrógão Grande. Sousa Tavares considera que Passos Coelho deu "mais um tiro no pé" e defende que o líder da oposição "está notoriamente desgastado" e "caminha para uma tragédia eleitoral autárquica".

    Miguel Sousa Tavares

  • Este texto é sobre o bom senso. O bom senso que faltou a Passos Coelho quando, esta manhã, depois de uma visita pelas áreas ardidas de Pedrógão Grande, decidiu falar em suicídios. Passos não se referiu a tentativas, mas sim a atos consumados. Deu certezas. Disse que tinha conhecimento de “pessoas que puseram termo à vida” porque “que não receberam o apoio psicológico que deviam.”

    Bernardo Ferrão

  • Simplex+2017 promete simplificar burocracia
    1:08

    País

    Já está online o novo Simplex+2017, que vai simplificar a vida dos cidadãos, empresas e administração pública. Pagar impostos com cartão de crédito e ter o cartão de cidadão ou a carta de condução no telemóvel são alguns exemplos do que está previsto.

  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.