sicnot

Perfil

Desporto

FC Porto rescinde contrato com José Peseiro

O FC Porto anunciou hoje a rescisão contratual com o treinador da equipa de futebol, José Peseiro, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Lusa

"A Futebol Clube do Porto -- Futebol, SAD, vem informar o mercado que chegou a acordo com o treinador da equipa principal de futebol, José Peseiro, para a cessação do seu vínculo contratual no final da presente época desportiva", lê-se na nota tornada pública.

José Peseiro chegou aos dragões a 20 de janeiro, para substituir no cargo o espanhol Julen Lopetegui, tendo terminado a época no terceiro lugar na I Liga (a 15 pontos do tricampeão Benfica e a 13 do Sporting, segundo classificado) e foi finalista derrotado na Taça de Portugal, frente ao Sporting de Braga.

Na altura, conforme comunicado da SAD ao mercado, o treinador ribatejano assinou um contrato válido por época e meia, isto é, até junho de 2017, com mais uma época de opção.

Às ordens de José Peseiro, no campeonato, o FC Porto conseguiu 11 vitórias e sofreu cinco das sete derrotas da época, três das quais em casa: Arouca (1-2), Tondela (1-2) e Sporting (1-3).

Em termos europeus, a equipa, despromovida à Liga Europa ainda sob o comando de Lopetegui, não passou dos 16 avos de final, batido nos dois jogos da eliminatória pelo Borussia de Dortmund (2-0 fora e 1-0 em casa).

No que podia ter sido o troféu de consolação e de alguma comunhão entre Peseiro, a direção e a massa associativa, os dragões perderam a final da Taça de Portugal, no fecho da época, frente ao Sporting de Braga, numa partida resolvida no desempate por penáltis e depois de os azuis e brancos terem recuperado de dois golos sem resposta ainda no tempo regulamentar.

Lusa

  • "Cada drama, cada problema, cada testemunho, impressiona muito"
    1:55
  • Clínica veterinária em Tondela recebeu dezenas de animais feridos nos fogos
    2:57

    País

    Tondela foi um dos municípios mais atingidos pelo incêndio, deixando dezenas de animais feridos e perdidos no concelho. Várias clínicas veterinárias são agora um porto de abrigo e, em alguns casos, um ponto de encontro. Muitos dos animais chegaram recolhidos por voluntários e a maior parte dos casos são animais que, no momento de aflição, foram soltos pelos donos e salvos pelo instituto de sobrevivência.

  • Temperaturas sobem até ao final do mês
    1:09

    País

    O tempo não dá tréguas e, até ao final do mês, as temperaturas vão atingir valores acima do normal para esta época do ano. As temperaturas máximas vão subir entre os 25 e os 32 graus. O risco de incêndio aumenta a partir desta segunda-feira em todo o país e os meios aéreos, viaturas, operacionais e equipas de patrulha vão ser reforçados.

  • Maioria das praias do Algarve já não tem nadador-salvador
    2:19

    País

    A lei não obrigada os concessionários a garantir o serviço e, por isso, a esmagadora maioria das praias do Algarve está sem vigilância desde 30 de setembro. Ainda assim, os areais vão atraindo milhares de banhistas com as temperaturas altas que ainda se fazem sentir. Um nadador-salvador recomenda os banhistas a não nadar e, em dias de ondulação, evitar caminhadas à beira-mar.

  • Parlamento catalão vai responder à ativação do artigo 155
    1:54
  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC

  • Quando o cão de Macron fez chichi no gabinete do Presidente francês
    0:31