sicnot

Perfil

Desporto

Jogos do Benfica na Luz mantêm-se na Benfica TV

Os jogos do Benfica realizados no Estádio da Luz na próxima época vão continuar a ser transmitidos pela Benfica TV, anunciou hoje a NOS, que tem os de direitos de transmissão televisiva dos jogos da I Liga do clube.

O encontro irá opôr Real e Atlético de Madrid, no próximo dia 24, no Estádio da Luz. (Reuters/Arquivo)

O encontro irá opôr Real e Atlético de Madrid, no próximo dia 24, no Estádio da Luz. (Reuters/Arquivo)

© David Gray / Reuters

Em comunicado, a NOS informa que "os jogos do Sport Lisboa e Benfica realizados em casa a partir da época 2016-2017 manter-se-ão na Benfica TV".

Em dezembro do ano passado, a NOS Lusomundo Audiovisuais, S.A, empresa do grupo NOS, SGPS e a Sport Lisboa e Benfica - Futebol SAD celebraram um contrato para a cedência dos direitos de transmissão televisiva dos jogos em casa da equipa A de futebol sénior da Benfica SAD para a LIGA NOS, bem como dos direitos de transmissão e distribuição do Canal Benfica TV, para o mercado nacional e internacional.

Este contrato tem início na época desportiva 2016/2017, podendo ser renovado por decisão de qualquer das partes até perfazer um total de 10 épocas desportivas.

Há duas semanas, a NOS anunciou a celebração de um memorando de entendimento com a Vodafone Portugal para a disponibilização recíproca de direitos de transmissão de eventos desportivos e a comparticipação nos custos associados, e assim a operadora garantiu a Benfica TV na sua oferta.

Este acordo prevê ainda a entrada dos restantes operadores - Meo (da PT Portugal) e Cabovisão.

Lusa

  • Família perde tudo na aldeia de Queirã
    2:32
  • Temperaturas sobem no fim de semana, risco de incêndio aumenta
    1:08

    País

    A chuva que caiu nos últimos dias não deverá ter impactos relevantes na dominuição da seca e, por isso, o risco de incêndios vai voltar a aumentar com nova subida das temperaturas. Os termómetros podem chegar aos 30 graus entre domingo e quarta-feira.

  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão