sicnot

Perfil

Desporto

Beto despede-se do Sevilha satisfeito com conquistas

O guarda-redes português Beto despediu-se hoje do Sevilha com uma carta, na qual se mostrou satisfeito por ter vivido "a época de ouro do clube", que esta esta época conquistou a terceira Liga Europa de futebol consecutiva

(Arquivo)

(Arquivo)

Ivan Sekretarev / AP

Na carta, publicada na página oficial do clube na internet, Beto, que esteve três épocas e meia ao serviço do Sevilha, reconhece estar a viver um dia triste.

"Hoje é um dia triste para mim, desses dias que nunca pensamos que vai chegar", refere Beto numa carta de despedida, na qual garante ter vivido "intensamente" e dado sempre o seu melhor em campo.

O guardião português, de 34 anos, destaca a "imensa sorte de ter vivido a época de ouro do Sevilha" e de ter conseguido estar na conquista de três edições consecutivas da Liga Europa.

Beto admite que a primeira conquista da Liga Europa foi a que lhe deixou melhores recordações, com "eliminatórias inesquecíveis frente ao Bétis, ao FC Porto e o Valência, e a final, que culminou com a vitória frente ao Benfica, no desempate por grandes penalidades (4-2)".

O guardião, que chegou ao Sevilha no inverno de 2013, por empréstimo do Sporting de Braga, agradece o apoio dos adeptos, sobretudo nos momentos complicados das lesões, que foram chegando "umas atrás das outras", lembrando uma luxação num obro e uma entorse num joelho, que obrigaram a paragens longas.

Lusa

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52