sicnot

Perfil

Desporto

Futebolista Jose Antonio Reyes deixa o Sevilha

O extremo espanhol Jose Antonio Reyes, futebolista que esteve no Benfica em 2008/09, vai deixar o Sevilha, clube com o qual termina contrato, anunciou hoje a formação andaluza.

© Reuters Staff / Reuters

Formado no Sevilha desde os iniciados, Reyes fez boa parte da sua carreira no clube, apesar de também ter representado o Arsenal, Real Madrid, Atlético Madrid e Benfica, na época em que o clube da Luz foi treinado pelo compatriota Quique Flores.

O futebolista estreou-se pela equipa profissional do Sevilha aos 17 anos, em 2000, mas foi transferido depois para os ingleses do Arsenal, antes de voltar a Espanha, emprestado ao Real Madrid, em 2006/07.

Já no Atlético Madrid, depois de uma época emprestado ao Benfica, Reyes conquistou duas ligas Europa, troféu que voltaria a vencer mais três vezes, mas já após regressar ao Sevilha.

O extremo é também internacional espanhol, tendo vestido a camisola da seleção em 21 ocasiões.

De acordo com a imprensa espanhola, Reyes, de 32 anos, poderá assinar pelos turcos do Galatasaray.

Lusa

  • Diogo Figueiras deixa o Sevilha e vai para o Olympiakos
    0:25

    Desporto

    Diogo figueira assinou pelo Olympiakos. O defesa português de 24 anos assinou por quatro temporadas com o clube orientado por Marco Silva. Deixou o Sevilha, onde conquistou três Ligas Europa durante as três épocas que representou o clube. O jogador das camadas jovens do Benfica já passou pelo Génova, Paços de Ferreira e Moreirense. Na apresentação, Diogo Figueiras promete estar pronto para o desafio e deixa uma promessa aos adeptos do Olympiakos.

  • PSD e CDS assinalam 36º aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro
    1:38

    País

    O presidente do PSD deixou críticas ao Partido Comunista, este domingo, a propósito do aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro. Pedro Passos Coelho lembrou os festejos dos comunistas na altura, numa resposta a quem questionou a abstenção dos sociais-democratas ao voto de pesar a Fidel Castro, que o PCP levou ao Parlamento. Este domingo, tanto o PSD como o CDS-PP prestaram homenagem a Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa.