sicnot

Perfil

Desporto

Etíope Almaz Ayana faz segunda melhor marca da história nos 5.000 metros

A atleta etíope Almaz Ayana conseguiu hoje a segunda melhor marca da história nos 5.000 metros, ao correr a distância em 14.12,59 minutos durante o 'meeting' de Roma da Liga Diamante.

© Ruben Sprich / Reuters

No Estádio Olímpico de Roma, Ayana já assumiu que acredita que vai conseguir bater o recorde do mundo da sua compatriota Tirunesh Dibaba, que, há oito anos, conseguiu uma marca de 14.11,15 minutos.

Nos 3.000 metros obstáculos, numa corrida dominada por quenianos, Conseslus Kipruto conseguiu a melhor marca mundial do ano, com 8.01,41 minutos.

Na sempre aguardada prova dos 100 metros, o norte-americano Justin Gatlin foi o vencedor, em 9,93 segundos, à frente do compatriota Ameer Webb (9,94), que bateu o seu recorde pessoal.

Também a jamaicana Janeive Russel, nos 400 metros barreiras (53,96 segundos), e a sul-africana Caster Semenya, nos 800 metros (1.56,64 minutos), fizeram melhores marcas mundiais do ano.

Lusa

  • Avião cruza-se com drone a 900 metros de altitude
    2:01
  • Naufrágio na Colômbia registado em vídeo
    2:11
  • PSP descentraliza a regularização de armas
    3:55

    País

    A PSP de Bragança percorreu os 12 concelhos do distrito ao encontro dos proprietários de armas com vista à sua regularização. A iniciativa, que pretende evitar a deslocação das pessoas à capital de distrito, teve uma forte adesão.

  • O último adeus a Miguel Beleza

    País

    O velório do economista e ex-ministro das Finanças realiza-se esta segunda-feira na Igreja do Campo Grande, em Lisboa, a partir das 18h00.

  • Trump quebra tradição da Casa Branca com 20 anos

    Mundo

    Donald Trump decidiu não fazer um jantar de celebração pelo fim do Ramadão, o mês em que os muçulmanos cumprem jejum entre o nascer e o pôr do sol. O Presidente dos Estados Unidos quebrou a tradição da Casa Branca, pela primeira vez em 20 anos.