sicnot

Perfil

Desporto

Procuradoria da Justiça pede absolvição de Lionel Messi

A Procuradoria de Justiça requereu hoje a absolvição do futebolista do FC Barcelona Lionel Messi, que está a ser julgado por evasão fiscal, mas o advogado do fisco manteve as acusações, comparando-o o futebolista a um chefe do crime.

© POOL New / Reuters

"Lionel Andres Messi deve ser absolvido", afirmou o Procurador Raquel Amado na manhã da última audiência do processo e na ausência de Messi, que se encontra nos Estados Unidos com a seleção argentina para disputar a Copa América.

O magistrado defendeu que o jogador argentino de 28 anos não conhecia nada sobre o esquema montado pelo pai e pelos seus advogados de criar sociedades em paraísos fiscais para evitar o pagamento de 4,16 milhões de euros ao fisco espanhol.

"Ele não queria pagar os seus impostos, essa é que é a questão essencial. Que ele se tenha desinteressado da forma como isso seria feito, é outra coisa", contrapôs Mario Maza, advogado do Fisco, para quem Messi "é como o chefe de uma estrutura criminosa, que está no topo da hierarquia e que não quer saber dos executantes ou do método por estes utilizado".

Maza pede o pagamento do montante em que o estado espanhol foi defraudado e uma pena de 22 meses de prisão para Messi e seu pai.

Desde terça-feira que ambos estão a ser julgados no Palácio da Justiça de Barcelona por terem montado um esquema de fuga ao fisco assente em várias sociedades criadas no Reino Unido, Suíça, Belize e Uruguai, com o objetivo de pagar os impostos correspondentes aos direitos de imagem do jogador argentino celebrados com marcas como a Adidas, a Konami, a Pepsi e a Danone entre 2007 e 2009.

Lusa

  • Um pedido de desculpas aos portugueses e um ultimato ao Governo
    3:21
  • Vouzela tenta regressar à normalidade, 8 pessoas morreram no concelho
    2:28

    País

    No concelho de Vouzela, a população começa a voltar à normalidade. Aos poucos a luz e a água estão a voltar e as pessoas começam a ganhar forças para reconstruir aquilo que lhes foi tirado pelos fogos. No entanto, as feridas demoram a sarar e não será fácil esquecer que 80 a 90 por cento deste concelho foi destruído pelos incêndios e oito pessoas morreram.

  • Material de guerra de Tancos encontrado, faltam munições
    1:40
  • "Se os bombeiros não chegam, os vizinhos vão ficar sem casa"
    1:03
  • Madrid admite suspender autonomia da Catalunha
    1:51
  • Alemanha já tem uma versão de Donald Trump... em cera
    1:08