sicnot

Perfil

Desporto

Sporting vai recorrer do caso dos "vouchers" para o Tribunal Arbitral do Desporto

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, disse hoje que o clube vai recorrer para o Tribunal Arbitral do Desporto do arquivamento do caso dos 'vouchers' alegadamente oferecidos pelo Benfica a árbitros de futebol.

Bruno de Carvalho, presidente do Sporting.

Bruno de Carvalho, presidente do Sporting.

Andr\303\251 Kosters

"Quanto aos 'vouchers', o Sporting vai recorrer como é lógico. Vai recorrer para o Tribunal Arbitral do Desporto. Não podemos escamotear as coisas ou confundi-las", disse Bruno de Carvalho, que disse que o caso de Paulo Pereira Cristóvão nada tem a ver com o das ofertas aos árbitros.

Durante o 23.º aniversário do Núcleo de Alcobaça, o presidente 'leonino' voltou a afirmar que os jantares incluídos nos 'vouchers' não se encaixam em nenhuma das lembranças permitidas pelos regulamentos.

Na véspera das eleições da Federação Portuguesa de Futebol, Bruno de Carvalho disse dar nota 10 ao programa da recandidatura de Fernando Gomes à liderança do organismo, que integra várias propostas feitas pela direção do Sporting nos últimos três anos, como as tecnologias na arbitragem, uma maior transparência nos relatórios dos árbitros ou uma maior rapidez da justiça desportiva.

Contudo, Bruno de Carvalho criticou a permanência à frente do Conselho de Justiça de Manuel dos Santos Serra, "o homem que inventou o dolo sem intenção e que a dois dias das eleições deu um castigo ao Slimani".

"Então eu mudo as coisas no papel, todas bonitas, e depois quem as vai implementar são os mesmos. Porque é que não se percebe de uma vez por todas que o futebol português tem de mudar? E que se tem de alterar as pessoas que estão no futebol português?", disse.

O presidente do Sporting disse ainda estranhar que à pressa se deu um castigo "ridículo" a Slimani, depois de ter sido absolvido pelo Conselho de Disciplina, e se arquivou o processo dos 'vouchers'.

Bruno de Carvalho falou ainda das modalidades, considerando que o Sporting tem sido prejudicado em várias delas, deixando a possibilidade de 'fechar' algumas secções.

"Acabou Sporting submisso, exige respeito em todas as modalidades. Vamos fazer ouvir a nossa voz. O Sporting deu um murro na mesa e disse chega. O desporto será diferente se o Sporting abandonar modalidades. Só queremos competir de forma honesta. Se isso acontecer vamos ser campeões em todas. Precisam mais as federações do Sporting do que o Sporting das federações", referiu.

Lusa

  • Debate quinzenal no Parlamento: veja em direto e comente

    País

    As políticas de descentralização foram o tema escolhido pelo Governo para o debate quinzenal, mas a situação na Caixa Geral de Depósitos também deve marcar os trabalhos na Assembleia da República. Acompanhe aqui a discussão e participe no Minuto a Minuto SIC/Parlamento Global.

    Direto

  • Prioridades para a CGD: cortar custos e aumentar receitas
    2:16

    Caso CGD

    O principal objetivo do plano estratégico para a Caixa Geral de Depósitos, a que a SIC teve acesso, é cortar custos e aumentar receitas. A grande aposta da nova administração passa por apertar as regras para emprestar dinheiro e, por outro lado, recuperar o crédito que não está a ser pago.

  • Turismo da Madeira investe mais de 3 milhões de euros no programa de festas
    2:22

    País

    A Madeira já vive a época de Natal. O turismo da região investiu mais de 3 milhões de euros no programa de festas de Natal e Fim de Ano para atrair os turistas. Os residentes e também turistas aproveitam para desfrutar do ambiente mágico proporcionado pelas tradicionais iluminações à mistura com as decorações e gastronomia típicas da quadra.

  • Os dias na Terra estão a ficar mais longos

    Mundo

    Os dias estão a tornar-se mais longos, mas impercetivelmente, porque vão ser precisos 6,7 milhões de anos para aumentarem um minuto, segundo um estudo publicado quarta-feira pela Proceedings A da Royal Society britânica.

  • Leica: a marca lendária entre os fotógrafos
    5:54
    Futuro Hoje

    Futuro Hoje

    3ª FEIRA NO JORNAL DA NOITE

    A Leica, das famosas máquinas fotográficas, abriu na semana passada a primeira loja em Portugal. Grande parte da produção da marca alemã é feita em Lousado, em Vila Nova de Famalicão, há 43 anos.