sicnot

Perfil

Desporto

Nuno Saraiva no judo e João Pedro Monteiro no ténis de mesa no Rio 2016

Nuno Saraiva, no judo, e João Pedro Monteiro, no ténis de mesa, vão reforçar a delegação portuguesa nos Jogos Olímpicos Rio2016, anunciou hoje o Comité Olímpico de Portugal (COP).

João Pedro Monteiro foi eliminado na segunda ronda do torneio de ténis de mesa / Reuters

João Pedro Monteiro foi eliminado na segunda ronda do torneio de ténis de mesa / Reuters

© Grigory Dukor / Reuters

Em comunicado publicado na sua página oficial na internet, o COP revela que a Federação Internacional de Judo "confirmou que Portugal tem seis judocas apurados para o Rio2016", permitindo a Nuno Saraiva (-73 kg) juntar-se a Telma Monteiro (-57kg), Joana Ramos (-52kg), Sergiu Oleinic (-66kg), Célio Dias (-90kg) e Jorge Fonseca (-100kg).

"Foi ainda ontem [sexta-feira] confirmado pela Federação Portuguesa de Ténis de Mesa que João Pedro Monteiro será o terceiro elemento da equipa masculina, juntando-se a Marcos Freitas e Tiago Apolónia", lê-se também na mesma nota.

Ainda no ténis de mesa, Portugal contará com mais dois representantes, na equipa feminina: Fu Yu e Shao Jieni.

Desta forma, 82 atletas portugueses, de 14 modalidades distintas, têm já presença garantida nos Jogos Rio2016, marca que supera o registo de há quatro anos, em Londres2012, quando Portugal teve 76 atletas em competição, de 13 modalidades diferentes.

Lusa

  • "Hoje vi chover lume"
    3:57
  • A Minha Outra Pátria
    29:53
  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24

    Economia

    Milhares de clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que até aqui estavam isentos de qualquer pagamento, vão começar a pagar quase 5 euros por mês por comissões de conta. A medida abrange também reformados e pensionistas e entra em vigor já em setembro. Ainda assim, os clientes com mais de 65 anos e uma pensão inferior a 835 euros por mês continuam isentos.

  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC