sicnot

Perfil

Desporto

Gil Vicente pondera processar Gilberto Madaíl e Amândio de Carvalho

O presidente do Gil Vicente, António Fiúsa, afirmou hoje que está a ponderar processar Gilberto Madaíl e Amândio de Carvalho depois de a justiça civil ter aberto as portas ao regresso dos minhotos à I Liga de futebol.

António Fiúsa, presidente do Gil Vicente

António Fiúsa, presidente do Gil Vicente

O dirigente, que falava após a tomada de posse de Fernando Gomes como presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), abriu também a possibilidade de processar três outros intervenientes no processo.

"A comissão disciplinar da Liga, o doutor juiz Pedro Mourão. Juiz?! O doutor Frederico Cebola. Juiz?! No Conselho de Justiça, o doutor Mortágua e a sua equipa. A sua carneirada. O doutor Gilberto Madaíl e o Amândio de Carvalho. Como é que é possível que tenham invocado o interesse público?! Será que o Gil Vicente era da Galiza? Esta máfia tem de ser responsabilizada", afirmou.

António Fiúsa relembrou que nunca teve dúvidas num desfecho positivo neste processo, até porque, neste momento "quer a federação, quer a liga, têm pessoas responsáveis e sérias"

"A decisão do tribunal foi clara e taxativa. Só tenho pena que se tenha feito justiça passados dez anos. Na altura, aquela máfia que estava a comandar os órgãos desportivos é que fez passar aos portugueses que o Mateus estava mal inscrito. Fomos penalizados, porque fizeram crer às pessoas que recorremos aos tribunais por questões estritamente desportivas, mas fomos por uma questão administrativa, de contrato de trabalho", recordou.

Sem estar preocupado se o Belenenses, clube que garantiu a manutenção em 2006 com a descida administrativa do Gil Vicente para a II Liga, vai ou não recorrer desta decisão do tribunal, Fiúsa prometeu muita festa no final do mês de julho ou início de agosto.

"É para o lado em que durmo melhor. Às vezes vira-se o feitiço contra o feiticeiro. O Gil Vicente foi despromovido à II Liga por batota. Se tivermos de jogar mais um ano na II Liga, espetáculo, jogo com os juniores, não vai haver verdade desportiva, mas como sei que para o ano subo administrativamente, estou-me a marimbar", disse.

Sobre este caso, Rui Pedro Soares, presidente da SAD do Belenenses garante que não faz sentido falar em penalização da equipa do Restelo por uma decisão tomada há 10 anos.

"Estamos a analisar. Quando houver alguma decisão iremos comunicar. Não faz sentido falar em descida de divisão do Belenenses. O acórdão diz que deve ser considerada nula a sentença de 2006. Em breve iremos dizer alguma coisa", garantiu,

Já Pedro Proença, presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, repetiu o que o organismo tinha já anunciado.

"Não vamos recorrer da decisão judicial. Vamos dar execução àquilo que foi decidido. Infelizmente, temos de viver com esta justiça portuguesa que só produz resultados ao fim de 10 anos", criticou.

Lusa

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.

  • Mouchão da Póvoa em risco de desaparecer
    1:58

    País

    A Câmara Municipal de Vila Franca de Xira alerta para o risco de desaparecimento do Mouchão da Póvoa, uma dos três mouchões do Tejo, no concelho. Em causa está a falta de autorização, pedida à Agência Portuguesa do Ambiente, para uma intervenção de emergência nos diques.

  • Lixo, para que te quero?
    23:17
  • Tuk-tuk em protesto oferecem hoje passeios gratuitos em Lisboa

    País

    A Associação Portuguesa de Empresas de Congressos, Animação Turística e Eventos (APECATE) promove hoje a iniciativa "Cá vai Lisboa", com passeios gratuitos de tuk-tuk, para alertar a população para a "problemática" regulamentação municipal deste tipo de veículos.

  • Ricardo Robles apresentado como candidato do BE a Lisboa
    1:31

    Autárquicas 2017

    Ricardo Robles foi formalmente apresentado este sábado como candidato do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal de Lisboa. No encerramento da convenção autárquica do partido, Catarina Martins fez críticas ao Governo, dizendo que o projeto de descentralização do Executivo é perigoso e ameaça a democracia.