sicnot

Perfil

Desporto

Gil Vicente pondera processar Gilberto Madaíl e Amândio de Carvalho

O presidente do Gil Vicente, António Fiúsa, afirmou hoje que está a ponderar processar Gilberto Madaíl e Amândio de Carvalho depois de a justiça civil ter aberto as portas ao regresso dos minhotos à I Liga de futebol.

António Fiúsa, presidente do Gil Vicente

António Fiúsa, presidente do Gil Vicente

O dirigente, que falava após a tomada de posse de Fernando Gomes como presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), abriu também a possibilidade de processar três outros intervenientes no processo.

"A comissão disciplinar da Liga, o doutor juiz Pedro Mourão. Juiz?! O doutor Frederico Cebola. Juiz?! No Conselho de Justiça, o doutor Mortágua e a sua equipa. A sua carneirada. O doutor Gilberto Madaíl e o Amândio de Carvalho. Como é que é possível que tenham invocado o interesse público?! Será que o Gil Vicente era da Galiza? Esta máfia tem de ser responsabilizada", afirmou.

António Fiúsa relembrou que nunca teve dúvidas num desfecho positivo neste processo, até porque, neste momento "quer a federação, quer a liga, têm pessoas responsáveis e sérias"

"A decisão do tribunal foi clara e taxativa. Só tenho pena que se tenha feito justiça passados dez anos. Na altura, aquela máfia que estava a comandar os órgãos desportivos é que fez passar aos portugueses que o Mateus estava mal inscrito. Fomos penalizados, porque fizeram crer às pessoas que recorremos aos tribunais por questões estritamente desportivas, mas fomos por uma questão administrativa, de contrato de trabalho", recordou.

Sem estar preocupado se o Belenenses, clube que garantiu a manutenção em 2006 com a descida administrativa do Gil Vicente para a II Liga, vai ou não recorrer desta decisão do tribunal, Fiúsa prometeu muita festa no final do mês de julho ou início de agosto.

"É para o lado em que durmo melhor. Às vezes vira-se o feitiço contra o feiticeiro. O Gil Vicente foi despromovido à II Liga por batota. Se tivermos de jogar mais um ano na II Liga, espetáculo, jogo com os juniores, não vai haver verdade desportiva, mas como sei que para o ano subo administrativamente, estou-me a marimbar", disse.

Sobre este caso, Rui Pedro Soares, presidente da SAD do Belenenses garante que não faz sentido falar em penalização da equipa do Restelo por uma decisão tomada há 10 anos.

"Estamos a analisar. Quando houver alguma decisão iremos comunicar. Não faz sentido falar em descida de divisão do Belenenses. O acórdão diz que deve ser considerada nula a sentença de 2006. Em breve iremos dizer alguma coisa", garantiu,

Já Pedro Proença, presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, repetiu o que o organismo tinha já anunciado.

"Não vamos recorrer da decisão judicial. Vamos dar execução àquilo que foi decidido. Infelizmente, temos de viver com esta justiça portuguesa que só produz resultados ao fim de 10 anos", criticou.

Lusa

  • "Estamos vivos"
    11:41

    Reportagem Especial

    Os incêndios de 15 de outubro provocaram sete milhões de euros de prejuízos em empresas da região Norte. Castelo de Paiva foi o concelho mais atingido, o fogo destruiu várias casas e empresas que davam trabalho a cerca de 200 pessoas. Um mês depois do incêndio, a Reportagem Especial da SIC foi ver o que está a ser feito para ajudar a população.

  • Administrador recebia 420 mil € por ano quando aldeamento passava dificuldades
    4:39

    Operação Marquês

    A Caixa Geral de Depósitos tentou cortar para metade o salário do presidente do Conselho de Administração de Vale do Lobo, mas não conseguiu. Diogo Gaspar Ferreira ganhava 420 mil euros por ano, quando o empreendimento estava enterrado em dívidas. A Autoridade Tributária estima também que o arguido da Operação Marquês não tenha declarado 400 mil euros pagos pelo aldeamento.

  • Estudante português desaparecido no mar Báltico

    País

    Um jovem português de 21 anos desapareceu na segunda-feira, dia 13 de novembro, enquanto fazia uma viagem de cruzeiro entre a cidade finlandesa de Helsínquia e a capital da Suécia, Estocolmo. As autoridades locais fizeram buscas na madrugada em que Diogo Penalva caiu ao mar Báltico, por volta das duas da manhã.

  • Notas e moedas têm os dias contados?
    6:27
  • Político oferece 1,3 milhões por decapitação de atriz

    Mundo

    Deepika Padukone é uma das personagens principais do filme que retrata a relação entre uma rainha hindu e um governante muçulmano. O filme enfureceu um político do Governo indiano, que ofereceu 1,3 milhões de euros como recompensa a quem decapitasse a atriz. A polícia já destacou agentes para proteger a atriz, bem como a sua família.

  • Paris inaugura primeiro restaurante naturista

    Mundo

    Para entrar, é preciso retirar a roupa e apenas as mulheres podem permanecer calçadas. O primeiro restaurante naturista de Paris abriu em novembro para responder a uma necessidade em França, principal destino do mundo para os praticantes de nudismo.

  • Peru faz aparição especial na Casa Branca
    1:10

    Mundo

    Os norte-americanos estão a preparar-se para o tradicional Dia de Ação de Graças, assinalado na próxima quinta-feira. O tradicional peru fez esta terça-feira uma aparição especial na sala de conferências de imprensa, na Casa Branca, em Washington. O peru é o prato tradicional no Dia de Ação de Graças, uma data de louvor a Deus, que remonta ao século XVII e que é celebrada na quarta quinta-feira de novembro, sobretudo nos Estados Unidos da América e no Canadá.

  • Sara Sampaio brilha em Xangai
    1:50