sicnot

Perfil

Desporto

Mourinho e Eva Carneiro chegam a acordo no processo de disciminação

O treinador José Mourinho, do Manchester United, e a britânica Eva Carneiro chegaram hoje a acordo, em Londres, para resolver um processo de alegada discriminação sexual movido pela ex-médica ao Chelsea e ao português.

"Jon Fearn e Eva Carneiro não estarão no banco no domingo, mas isso não significa que não possam estar no futuro." (sobre o diferendo com a então médica do Chelsea Eva Carneiro - 14-08-2015)

"Jon Fearn e Eva Carneiro não estarão no banco no domingo, mas isso não significa que não possam estar no futuro." (sobre o diferendo com a então médica do Chelsea Eva Carneiro - 14-08-2015)

© Eddie Keogh / Reuters

Os termos finais do acordo não foram revelados uma vez que "as partes concordaram com a resolução deste litígio em termos confidenciais", revelou um representante do Chelsea no início de uma breve audiência, no tribunal do trabalho de Croydon.

"O clube lamenta as circunstâncias que levaram Eva Carneiro a deixar o clube e, sem reservas, pede desculpas a ela e à sua família todo o sofrimento causado", refere o Chelsea em comunicado.

A médica Eva Carneiro moveu uma ação contra o Chelsea, que a despediu, e uma outra contra José Mourinho, técnico que deixou os blues em dezembro, alegando comportamento discriminatório por parte do português.

Carneiro, que inicialmente terá recusado um acordo conjunto do Chelsea e do técnico português de 1,5 milhões de euros, manifestou-se "aliviada" pelo fim do processo, que rotulou de "desgastante" e "stressante".

A ex-médica do Chelsea alegava ter sido alvo de discriminação sexual por José Mourinho, que a terá insultado num jogo da Liga Inglesa, quando ela entrou no campo para assistir um jogador nos minutos finais do encontro.

Nos argumentos preliminares apresentados na segunda-feira foi feita uma explicação do insulto de José Mourinho, uma expressão que a defesa diz ser habitualmente utilizada pelo técnico e que não é valorizada.

O treinador José Mourinho, presentemente ao serviço do Manchester United, fez uma aparição inesperada ao lado presidente Chelsea, Bruce Buck, no Tribunal do Trabalho de Croydon, pouco antes do anúncio do acordo estabelecido com Eva Carneiro.

Lusa

  • Passos explica porque se sentiu irritado com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o Presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas de que foi alvo.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.