sicnot

Perfil

Desporto

Operação investiga desvios de 21,6 milhões de euros em obra olímpica do Rio 2016

A Operação policial Bota-Fora, iniciada hoje no Brasil, está a investigar um alegado desvio de recursos públicos na ordem dos 85 milhões de reais (21,6 milhões de euros) nas obras do Complexo Esportivo Deodoro.

© Ricardo Moraes / Reuters

A informação foi avançada pelo Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle (MTFC), que realiza a operação em conjunto com a Polícia Federal, o Ministério Público Federal e a Receita Federal, no Rio de Janeiro.

A operação cumpre oito mandados de busca e apreensão na sede administrativa do Consórcio Complexo Deodoro, responsável pela construção de arenas dos Jogos Olímpicos Rio 2016, na sede de outras empresas ligadas ao esquema e em residências dos investigados", informou o Ministério.

A partir de uma fiscalização feita em meados do ano passado, "foram detectados indícios de falsificação nos registos dos volumes de resíduos das obras de construção civil que são transportados do local das obras", lê-se num comunicado da tutela.

"Os volumes de resíduo foram superfaturados pelo Consórcio Complexo Deodoro, formado pelas empreiteiras Queiroz Galvão e OAS, mediante falsificação dos documentos comprobatórios e da contratação de uma empresa para simular o transporte e a disposição do material residuário das obras", lê-se na nota.

Segundo o Ministério, foi também apurado que "o consórcio construtor não pagou as despesas referentes à tarifa de disposição de resíduos da construção civil no local licenciado".

"A simulação de despesa de transporte de resíduos das obras, com a falsificação de documentos públicos e a oneração de custos incidentes sobre as obras olímpicas, representa um prejuízo potencial de 85 milhões de reais aos cofres públicos", de acordo com o comunicado.

Em março de 2016, a justiça do Rio de Janeiro determinou que fossem bloqueados 128,5 milhões de reais (32,7 milhões de euros) relativos ao transporte e descarte de resíduos, que seriam pagos à empresa Queiroz Galvão.

Os Jogos Olímpicos 2016 decorrem no Rio de Janeiro de 05 a 21 de agosto.

Lusa

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Jane Goodall iniciou palestra com sons semelhantes aos dos chimpanzés
    2:18

    País

    A investigadora Jane Goodall esteve esta quinta-feira em Lisboa para participar numa conferência da National Geographic. A primatóloga começou o seu discurso com sons semelhantes aos dos chimpanzés. Numa entrevista à SIC, Goodall falou sobre os chimpanzés e sobre o trabalho que continua a desenvolver em todo o mundo, em prol do ambiente, dos animais e das pessoas. 

  • NATO vai aumentar luta contra o terrorismo

    Mundo

    O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, disse que os aliados da NATO concordaram esta quinta-feira em aumentar a luta contra o terrorismo e em "investir mais e melhor" na Aliança.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.