sicnot

Perfil

Desporto

Stephen Curry não vai aos Jogos Olímpicos

O basquetebolista norte-americano Stephen Curry anunciou hoje que não vai disputar os Jogos Olímpicos do Rio2016 com a sua seleção, preferindo concentrar-se na recuperação total da sua lesão.

© USA Today Sports / Reuters

Curry, que no passado fim de semana tinha afirmado que iria aguardar pelo final dos play-offs da Liga Norte-americana de Basquetebol (NBA) para tomar uma decisão, afirmou que decidiu retirar-se da lista provisória para os Jogos após consultar a sua família, conselheiros e dirigentes da sua equipa na NBA, os Golden State Warriors.

"Depois de muito ponderar e de várias conversas com a minha família, com os Warriors e com os meus representantes, decidi retirar o meu nome da lista de jogadores elegíveis para a equipa dos Estados Unidos para os Jogos de 2016 no Brasil", revela o jogador de 28 anos, em comunicado.

Eleito o Jogador Mais Valioso (MVP) da temporada e ainda na corrida para o título na NBA - os Golden State Warrios vencem os Cleveland Cavaliers por 2-0 na final da prova -, Curry pode ter hipotecado a sua oportunidade de jogar nuns Jogos Olímpicos, competição que nunca disputou.

À entrada para os play-offs, uma lesão no joelho durante a primeira eliminatória, que disputou frente aos Houston Rockets, fez Curry perder quatro jogos.

"As minhas anteriores experiências com a equipa dos Estados Unidos foram incrivelmente inesquecíveis, educativas e deram grande prazer, o que faz com que seja extremamente difícil tomar esta decisão. No entanto, devido a diversos fatores, inclusivé recentes lesões nos tornozelos e joelhos, acho que esta é a melhor decisão para mim nesta fase da minha carreira", acrescenta.

Embora diversos atletas de diferentes modalidades tenham mencionado o virus Zika como a principal razão para não irem aos Jogos, Curry não fez qualquer menção à doença na sua declaração.

Os Estados Unidos vão anunciar a equipa que vai participar nos Jogos do Rio de 2016 durante este mês de junho, antes de se concentrar em estágio em julho, em Las Vegas.

Lusa

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.