sicnot

Perfil

Desporto

Esloveno Aleksander Ceferin candidata-se à presidência da UEFA

O presidente da Federação de Futebol da Eslovénia (NZS), Aleksander Ceferin, declarou hoje que é candidato à sucessão de Michel Platini como presidente da UEFA, anuncio que surge três semanas após o holandês Michael van Praag ter manifestado a mesma intenção.

"Ceferin decidiu aceitar o desafio e irá apresentar a sua candidatura à presidência da UEFA", refere em comunicado a NZS, adiantado que o advogado, de 48 anos, "conta já com o apoio de 18 federações, incluindo a da Itália e da Rússia".

Aleksander Ceferin, em declarações à rádio pública Eslovénia, defendeu a necessidade de se proceder a "reformas no organismo", tornando a UEFA "o mais transparente possível e seguir o caminho traçado para a FIFA".

"Manifestamente, se eu reúno os apoios das federações que já me declararam estar do lado da minha candidatura é porque acham que eu tenho o perfil para liderar a organização (UEFA)", referiu ainda Aleksander Ceferin.

A UEFA vai reunir a 14 de setembro, em Atenas, para eleger o sucessor do francês Michel Platini, suspenso quatro anos pelo Tribunal Arbitral do Desporte (CAS), após ter recebido 1,8 milhões de euros em circunstâncias controversas.

Aleksander Ceferin, cujo nome foi mencionado nas últimas semanas, é o segundo dirigente a assumir-se como candidato à presidência da UEFA, depois do holandês Michael Van Praag, de 68 anos, vice-presidente do comité executivo do organismo.

Os candidatos têm até ao dia 20 de julho para formalizarem as suas candidaturas. Os nomes do português Fernando Gommes, de 64 anos, e do espanhol Ángel María Villar, de 68, que assumiu a chefia interino da UEFA, também circulam entre os possíveis candidatos.

Ao contrário do holandês Michael Van Praag, do português Fernando Gomes e do espanhol Ángel Maria Villar, o esloveno Aleksander Ceferin não exerce qualquer cargo dentro da estrutura da UEFA.

De acordo com a NZS, as federações de futebol de Itália, Dinamarca, Finlândia, Noruega, Suécia, Albânia, Bósnia-Herzegovina, Bulgária, Croácia, Chipre, Grécia, Macedónia, Montenegro, Romênia, Rússia, Sérvia, Eslovénia e Turquia apoiam a candidatura de Aleksander Ceferin.

Lusa

  • Guterres condena onda de violência em Myanmar
    0:43

    Mundo

    António Guterres condenou a onda de violência e discriminação contra os rohingya em Myanmar, na abertura da assembleia-geral das Nações Unidas. O secretário-geral da ONU pediu ainda às autoridades do país para acabarem com as operações militares e protegerem a comunidade ameaçada.

  • Furacão Maria deixa rasto de destruição na ilha Dominica
    1:52
  • Peritos mundiais debatem doenças neurodegenerativas em Lisboa
    3:04
  • "O Benfica é atacado e não há ninguém que fale e que dê a cara?"
    6:05
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    Depois do artigo publicado no blog "Geração Benfica", Rui Gomes da Silva reiterou esta segunda-feira, em O Dia Seguinte da SIC Notícias, algumas das críticas à estrutura do clube. O antigo vice-presidente do Benfica defendeu Luís Filipe Vieira, Rui Vitória e Nuno Gomes. E acusou novamente Rui Costa de passividade e os vice-presidentes de não darem a cara. 

  • Governo aconselha pais a fazerem queixa de manuais em mau estado
    2:31
  • Acha que este padre sabe dançar?
    2:22