sicnot

Perfil

Desporto

Réplica da Taça do Mundo de Pelé vendida por 500 mil euros

Uma réplica da Taça do Mundo da FIFA, que faz parte de uma coleção de lembranças da carreira de Pelé, foi hoje vendida por 500 mil euros, anunciou a Casa Juliens's.

Kirsty Wigglesworth

Esta réplica do troféu Jules Rimet, que é atribuída ao vencedor da Taça do Mundo, que Pelé conquistou três vezes, em 1958, 1962 e 1970, estava avaliada entre 358 mil euros e 574 mil euros.

Duas medalhas de campeão do mundo de Pelé foram vendidas por 434 mil euros no segundo e penúltimo dia do leilão, do qual fazem parte mais de duas mil lembranças da lenda viva do futebol, hoje com 75 anos.

O par de botas de futebol que Pelé usou na rodagem do filme "Fuga para a vitória", rodado em 1981, foi vendido hoje por 10 mil e 200 euros.

Aquele que é considerado por muitos o melhor futebolista de sempre espera recolher com a venda da sua coleção mais de 3,9 milhões de euros, dos quais uma parte significativa será doada ao hospital pediátrico 'Pequeno Príncipe', segundo os organizadores do leilão.

"Tive muitas conversas com a minha família, os meus amigos, com pessoas que querem ajudar o hospital e os pobres. É bom ajudar aqueles que auxiliam as crianças. Foi por isso que decidi fazer esta venda", disse o antigo futebolista em declarações à Agência France Press.

Lusa

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.