sicnot

Perfil

Desporto

FC Barcelona admite crime fiscal na contratação de Neymar

O FC Barcelona, as finanças e o ministério público chegaram a um acordo no caso da transferência do futebolista brasileiro Neymar, com o clube a admitir um crime fiscal e aceitar pagar uma multa de 5,5 milhões de euros.

O brasileiro, terceiro melhor jogador de 2015 para a FIFA, também tem processos a decorrer na justiça espanhola e brasileira pela sua transferência para o FC Barcelona, em 2013. (Arquivo)

O brasileiro, terceiro melhor jogador de 2015 para a FIFA, também tem processos a decorrer na justiça espanhola e brasileira pela sua transferência para o FC Barcelona, em 2013. (Arquivo)

© Yuya Shino / Reuters

Segundo fontes judiciais citadas pela agência EFE, o acordo inclui também o arquivamento das acusações contra o presidente do FC Barcelona, Josep Maria Bartomeu, e o ex-líder dos catalães Sandro Rosell, para quem eram pedidos dois anos e três meses de sete anos e seis meses de prisão, respetivamente.

O acordo extrajudicial deve ser ratificado ainda hoje pela direção do FC Barcelona, que tem uma reunião extraordinária marcada para a tarde.

Lusa

  • Como se sobrevive à dor em Nodeirinho e Pobrais
    2:43
  • Raphäel Guerreiro vai continuar a acompanhar a seleção
    1:08
  • 74 mil alunos do secundário têm a vida "suspensa" 
    2:22

    País

    Enquanto o Ministério Público investiga a fuga de informação no exame nacional de Português do 12.º ano, 74 mil estudantes ficam com a vida suspensa. Se a fuga se confirmar, o exame corre o risco de ser anulado e as candidaturas ao ensino superior atrasam. O Instituto de Avaliação Educativa (IAVE), responsável pelos exames, prometeu esclarecimentos para os próximos dias.