sicnot

Perfil

Desporto

Árbitros internacionais portugueses mantém-se nos mesmos quadros da UEFA

Os nove árbitros internacionais portugueses vão manter-se nos mesmos quadros da UEFA até dezembro, confirmou hoje à Lusa fonte do Conselho de Arbitragem (CA) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), reconhecendo que a despromoção retira as insígnias.

© Denis Balibouse / Reuters

Em causa está a manutenção do estatuto de internacional de Sérgio Piscarreta, da associação do Algarve, 20.º entre os 21 avaliados, cuja eventual despromoção vai ditar a saída do lote de internacionais.

"O Conselho de Arbitragem da FPF cumprirá escrupulosamente os regulamentos, como faz em todas as situações, sendo certo que um árbitro que desce de categoria não renova as insígnias da FIFA", disse à Lusa fonte desta estrutura.

A mesma fonte confirmou a manutenção dos nove 'juízes' lusos para primeira metade da época 2016/17, na sequência de uma reunião do Comité de Arbitragem da UEFA, na passada quarta-feira.

Sem nenhum árbitro no grupo de elite, Portugal detém dois representantes no primeiro grupo, casos de Artur Soares Dias e Jorge Sousa, outros tantos no segundo, com Hugo Miguel e Carlos Xistra, enquanto Fábio Veríssimo, Sérgio Piscarreta, Tiago Martins, João Capela e João Pinheiro permanecem no terceiro.

Desta reunião do organismo que rege a arbitragem do futebol europeu resultaram apenas duas mudanças, a descida do grupo de elite para o primeiro do croata Ivan Bedek, que arbitrou o polémico Sporting de Braga-Fenerbahçe (4-1) para os oitavos de final da Liga Europa, e a despromoção ao segundo do norte-irlandês Arnold Hunter, que esteve no Olympiacos-Anderlecht (1-2) nos 16 avos da mesma competição.

"Normalmente, nesta fase da temporada desportiva não se registam alterações importantes nos quadros dos árbitros internacionais, estando as grandes alterações previstas para o mês de dezembro, como acontece por hábito", frisou a fonte do CA da FPF.

Lusa

  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • Jovens impedidas de embarcar de leggings

    Mundo

    A moda das calças-elásticas-super-justas volta a fazer estragos. Desta vez nos EUA onde duas adolescentes foram impedidas de embarcar num voo da United Airlines devido à indumentária, que não cumpria com as regras dos tripulantes ou acompanhantes da companhia aérea norte-americana.

    Manuela Vicêncio

  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41