sicnot

Perfil

Desporto

Dunga despedido do cargo de selecionador do Brasil

Dunga deixou hoje de ser selecionador do Brasil, com a esperada destituição a ser anunciada após uma reunião da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

MAURICIO DUENAS CASTANEDA

Em curto comunicado, a CBF comunica que decidiu "dissolver a comissão técnica da seleção brasileira", o que implica que deixam os cargos o coordenador de seleções, Gilmar Rinaldi, o técnico Dunga e toda a sua equipa.

"A decisão foi tomada em comum acordo durante a reunião nesta tarde e, a partir de agora, a CBF inicia o processo de escolha da nova comissão técnica da seleção brasileira", acrescenta o comunicado. "A CBF agradece a dedicação, a seriedade e o empenho da equipa durante a realização do trabalho", refere ainda a nota.

A eliminação precoce do Brasil na Copa América Centenário, após a derrota de segunda-feira em Boston ante o Peru (1-0), acelerou a saída do treinador, de 52 anos, que deveria pelo menos comandar a equipa até aos Jogos Olímpicos.

No cargo desde 22 de julho de 2014, quando sucedeu a Luís Felipe Scolari, Dunga já tinha uma passagem pela seleção 'canarinha' entre 2006 e 2010, período no qual conquistou uma Copa América e uma Taça das Confederações.

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Milhares de brasileiros protestam na Praia de Copacabana contra Temer
    3:04
  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40
  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.