sicnot

Perfil

Desporto

Argentina vence Bolívia e defronta Venezuela nos quartos da Copa América

A Argentina garantiu terça-feira o primeiro lugar do grupo D com uma vitória tranquila frente à Bolívia, por 3-0, e vai disputar os quartos de final da Copa América de futebol no sábado frente à Venezuela.

© USA Today Sports / Reuters

Os argentinos resolveram o encontro nos 32 minutos iniciais, sem Lionel Messi em jogo, dado que o jogador do FC Barcelona só entrou para a segunda parte, com golos de Erick Lamela, aos 13 minutos, Ezequiel Lavezzi, aos 15, e Victor Cuesta, aos 32.

A Bolívia, que com a derrota frente ao Chile já tinha sentenciado o seu afastamento, nunca demonstrou capacidade para contrariar a seleção da Argentina, que, após o 3-0, jogou a 'meio gás'.

O selecionador Gerardo Martino acedeu aos apelos dos adeptos e lançou Lionel Messi na segunda parte, mas, apesar de fortemente ovacionado sempre que tocava a bola, não marcou o golo que permitiria igualar o recorde de Batistuta.

Rendendo ao intervalo Higuain, Messi ainda procurou o golo em vários momentos, mas sem ter sido feliz, o mais flagrante dos quais na conversão de um livre em posição idêntica ao do golo obtido frente ao Panamá, que passou perto do ângulo superior esquerdo da baliza defendida por Carlos Lampe.

A Argentina, que com a vitória perante a Bolívia confirmou a primeira posição do grupo D, vai decidir sábado com a Venezuela a presença nas meias-finais da festiva edição do centenário da Copa América.


Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.