sicnot

Perfil

Desporto

Presidente do Sporting diz que caso Doyen não vai ter influência na próxima época

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, afirmou hoje que o caso Doyen não vai influenciar "em nada" a preparação da próxima época e diz ter confiança de que a justiça dê razão ao clube no recurso que interpôs.

Bruno de Carvalho, presidente do Sporting.

Bruno de Carvalho, presidente do Sporting.

Andr\303\251 Kosters

"A influência que o caso Doyen tem no dia-a-dia do Sporting ser absolutamente nenhuma" disse Bruno de Carvalho, acrescentando que "existe um recurso a decorrer" e mostrando confiança que a decisão seja favorável ao clube.

O Sporting foi condenado a pagar 12 milhões de euros ao fundo de investimento Doyen, por ter denunciado unilateralmente os contratos relativos à propriedade dos direitos económicos dos futebolistas Zacaria Labyad e Marcos Rojo, que foi vendido ao Manchester United por 20 milhões.

"Esses contratos têm de cumprir a lei. Infelizmente a lei desportiva e a lei chamada comum não funcionam e isso, a mim, enquanto dirigente desportivo, faz-me confusão porque eu fui preparado e educado para viver em sociedade e de repente entrei num segundo mundo que é o mundo do desporto, um mundo muito próprio", disse Bruno de Carvalho.

O dirigente acrescentou que, "numa lei comum, o caso Doyen estava resolvido mesmo antes de começar" e que "bastava um juiz ler o contrato para perceber o que ali está contraria claramente a lei". "Mas a lei desportiva tem razões que a própria razão desconhece", completou.

Bruno de Carvalho negou ainda que o clube na época passada tenha apostado apenas no campeonato nacional, identificando erros de terceiros que contribuíram para a equipa não ir mais longe noutras competições, nomeadamente na Liga dos Campeões e na Liga Europa.

"Não vi o Sporting desistir de nada. Vi um golo marcado com a mão numa modalidade que não era o andebol", exemplificou, explicando que o clube "tinha um objetivo claro para esta temporada, que era a aproximação aos rivais, e isso foi conseguido".

"Por muito que eu, enquanto sportinguista, queira ganhar tudo, enquanto líder de uma organização, tenho de ser inteligente e ter o pragmatismo de pegar na minha emoção e ver com racionalidade de onde vim e onde quero chegar. O caminho que fizemos este ano foi absolutamente determinante para, agora sim, podermos dar outros passos", completou.

As declarações do líder leonino foram feitas em resposta a um aluno da Escola Superior de Desporto de Rio Maior, onde o dirigente participou esta manhã numa mesa redonda subordinada ao tema 'Como ter uma carreira de sucesso no desporto'.

Na mesa redonda, estiveram ainda o treinador de canoagem Hélio Lucas, a fisiologista e especialista em gestão de peso Teresa Branco, o ex-presidente da Câmara Municipal de Rio Maior e atual presidente do Núcleo Sportinguista de Rio Maior, Silvino Sequeira, e o jornalista da TVI Fernando Correia.

Lusa

  • DJ Avicii morre aos 28 anos

    Cultura

    Tim Bergling, conhecido por Avicii e um dos mais famosos DJ's do mundo, morreu aos 28 anos. A notícia foi avançada pelo site TMZ, que adianta que o DJ e produtor sueco foi encontrado morto esta sexta-feira em Muscat, em Omã, e os detalhes da morte ainda não são conhecidos.

    SIC

  • ERSE concluiu que estavam a ser pagos 165 milhões euros a mais à EDP
    0:53

    País

    José Gomes Ferreira afirmou esta sexta-feira que a ERSE -Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos concluiu que estavam a ser pagos 165 milhões de euros a mais do que o necessário à EDP. Contratos que foram postos em prática em 2007 por Manuel Pinho, na altura ministro da Economia.

  • "Não andámos a tomar calmantes, nem a dar abracinhos"
    0:52

    Desporto

    Rui Vitória recusa atirar a toalha ao chão. O treinador do Benfica acredita que ainda muito pode acontecer e revela a motivação da equipa depois da derrota com o FC Porto na Luz, que levou à perda da liderança a quatro jornadas do fim.

  • Porque erram os árbitros?
    2:03

    Desporto

    Num momento em que a polémica em redor da arbitragem está acesa e que nem o videoárbitro parece ter contribuído para a pacificar o futebol, em Leiria juntaram-se treinadores e homens do apito para se entender porque erram os árbitros.

  • "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos"

    Mundo

    "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos", esta foi apenas uma das declarações de Karl Lagerfeld sobre as denúncias de abuso sexual, que estão a marcar o mundo do cinema, da música e da moda. Numa entrevista, o diretor criativo da Chanel e da Fendi declarou mesmo que estava farto do #MeToo, o movimento usado para denunciar estes casos de abusos por todo o mundo.

    SIC

  • Viagem de balão para ver as cerejeiras em flor
    14:27
  • Niassa foi o 4.º lince-ibérico libertado a ser atropelado em Portugal
    1:33

    País

    Uma fêmea de lince-ibérico foi encontrada morta com sinais de atropelamento na A22, próximo de Olhão. A fêmea, criada em cativeiro, tinha sido libertada no Vale do Guadiana em fevereiro de 2017. É o quarto lince-ibérico, que tinha sido libertado na natureza, que morre atropelado em Portugal.

  • "Há uma aceitação do lince no território"
    3:33

    País

    Apesar de já se terem registado em Portugal quatro atropelamentos de linces libertados na natureza, em entrevista à SIC, Pedro Rocha, do Departamento do Alentejo do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), disse que o programa de reintrodução "tem corrido bastante bem", não só devido às condições do habitat e disponibilidade de alimento, mas também porque "há uma aceitação do lince no território". Desde 2015, foram libertados no Vale do Guadiana 33 linces e 16 já nasceram em estado selvagem.

  • EUA acusam Síria de tentar apagar provas de alegado ataque químico em Douma
    1:28
  • Já pode escolher uma morte amiga do ambiente

    Mundo

    Preocupa-se com o ambiente? Recicla? Prefere andar a pé ou partilhar transportes? Então saiba que a partir de agora a morte também pode ser amiga do ambiente. Desde caixões degradáveis de vime a cremação líquida, já é possível diminuir o impacto ambiental da morte.

    SIC

  • O "anjo" que quer ensinar raparigas a programar
    2:59