sicnot

Perfil

Desporto

Seringas e produtos dopantes encontrados junto a treinador da campeã mundial dos 1.500 metros

A polícia de Barcelona recolheu hoje 60 seringas usadas, assim como EPO, anabolisantes e medicamentos ilegais em Espanha no hotel onde foi detido o treinador de atletismo somali Jama Aden.

Genzebe Dibaba

Genzebe Dibaba

© Dylan Martinez / Reuters

O treinador da etíope Genzebe Dibaba, atual campeã mundial dos 1.500 metros e recordista mundial da distância, foi detido hoje na cidade catalã de Sabadell, onde se encontravam cerca de 30 atletas dirigidos por Jama Aden.

Em declarações aos jornalistas, o conselheiro do Interior, Jordi Jané, explicou que as buscas feitas a seis quartos de um hotel em Sabadell, foram descobertas seringas e produtos dopantes, destinados à recuperação endovenosa.

A operação de hoje foi o culminar de uma investigação iniciada após denúncias feitas em 2015 pela Agência Espanhola da Proteção e da Saúde no Desporto e pela Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF), contra uma suposta rede de tráfico de substâncias dopantes.

Além da suspensão, seis médicos da IAAF submeteram 27 atletas a testes antidoping.

Lusa

  • Cientistas testam útero artificial em cordeiros prematuros

    Mundo

    Um grupo de cientistas desenvolveu um útero artificial - o Biobag - que se assemelha a uma bolsa de plástico e que ajuda no desenvolvimento de cordeiros prematuros. O método foi testado nestes animais mas os cientistas do Hospital Pediátrico de Filadélfia, nos Estados Unidos, garantem que poderá vir a ser utilizado também em bebés que nascem prematuros.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.