sicnot

Perfil

Desporto

António Costa deseja felicidades aos atletas lusos nos Jogos Olímpicos

O Primeiro-Ministro, António Costa, desejou hoje as maiores felicidades aos atletas que representarão Portugal nos Jogos Olímpicos Rio2016, reiterando a importância de que se lembrem dos portugueses sempre que competirem.

"Aos 85 atletas que vão representar Portugal nas 15 modalidades onde disputaremos a nossa vitória, as maiores felicidades nestes próximos Jogos Olímpicos. Lembrem-se sempre que cada vez que entrarem em campo, no mar, no estádio, é no fundo Portugal que estão a representar e, no fundo, os portugueses que aqui estão a torcer por vós", começou por dizer o primeiro ministro na cerimónia de partida do Navio-Escola Sagres rumo ao Brasil.

António Costa elogiou também o Navio-Escola Sagres, que levará a comitiva portuguesa até ao Rio de Janeiro, no Brasil, deixando uma mensagem de incentivo aos atletas.

"Este navio é um navio onde se aprende, uma escola de vida. Uma escola de trabalho em equipa mas também de superação individual. É preciso que esta ambição seja mantida e disputada. É esse o objetivo de qualquer participação nestes jogos", explicou.

O Primeiro-Ministro lembrou o poeta Fernando Pessoa, afirmando que "a coragem não é chegar, é partir", frisando também que o "desafio de poder participar é sempre mais importante do que vencer".

A terminar, António Costa desejou que o hino nacional seja ouvido no Brasil, garantido que acompanhará a participação portuguesa através da televisão.

"Alguns de vocês estou certo que terão a emoção que todos tivemos aqui ao ouvir cantar o nosso hino. Outros, como eu, esperamos ter essa emoção de ver pela televisão a nossa bandeira subir e o hino a poder ser entoado", concluiu.

Por outro lado, o presidente do Comité Olímpico de Portugal, José Manuel Constantino, realçou o momento de satisfação, sublinhando ainda a importância do Navio-Escola Sagres ser a única "casa" portuguesa nos Jogos Olímpicos Rio2016.

"Este é acima de tudo um momento de festa, de alegria e de satisfação para o Comité Olímpico de Portugal. A missão de se instalar no Rio de Janeiro é de funcionar como casa de Portugal, uma situação peculiar. É um navio escola cheio de história", disse.

Lusa

  • Um homem de 83 anos é a 42.ª vítima dos incêndios
    1:27

    País

    Subiu para 42 o número de vítimas mortais nos incêndios deste domingo. Um homem de 83 anos foi encontrado sem vida em Lugar de Covelo, em Vouzela. O número de feridos mantém-se, 14 estão em estado grave. A maior parte das mortes aconteceu no distrito de Coimbra (20) e Viseu (19). Segundo a Proteção Civil, já não há desaparecidos. Sete pessoas estavam dadas como desaparecidas e apenas uma foi encontrada sem vida. Um bebé de poucos meses tinha sido dado como morto, mas foi encontrado com vida.

  • Um pedido de desculpas aos portugueses e um ultimato ao Governo
    3:21
  • Vouzela tenta regressar à normalidade, 8 pessoas morreram no concelho
    2:28

    País

    No concelho de Vouzela, a população começa a voltar à normalidade. Aos poucos a luz e a água estão a voltar e as pessoas começam a ganhar forças para reconstruir aquilo que lhes foi tirado pelos fogos. No entanto, as feridas demoram a sarar e não será fácil esquecer que 80 a 90 por cento deste concelho foi destruído pelos incêndios e oito pessoas morreram.

  • Material de guerra de Tancos encontrado, faltam munições
    1:40
  • "Se os bombeiros não chegam, os vizinhos vão ficar sem casa"
    1:03
  • Madrid admite suspender autonomia da Catalunha
    1:51
  • Alemanha já tem uma versão de Donald Trump... em cera
    1:08