sicnot

Perfil

Desporto

Australiano Jack Miller vencedor do GP Holanda de MotoGP

O australiano Jack Miller (Honda) foi hoje o surpreendente vencedor da "acidentada" corrida de MotoGP do Grande Prémio da Holanda, em Assen, onde o espanhol Marc Márquez reforçou a liderança do campeonato.

© Issei Kato / Reuters

Numa corrida encurtada para 12 voltas, devido a uma forte chuvada, Jack Miller, de 21 anos, somou o primeiro triunfo à 25.ª corrida em MotoGP, categoria em que nem sequer um pódio somava, desde que transitara diretamente do Moto3, em 2015.

O australiano, que só somava oito pontos no campeonato, selou também a primeira vitória de uma equipa independente desde que o espanhol Toni Elias venceu o Grande Prémio de Portugal de 2006.

O grande vencedor, em termos de campeonato, acabou por ser Márquez, pois o seu compatriota Jorge Lorenzo (Yahama), segundo, foi apenas 10.º, e o italiano Valentino Rossi (Yamaha), caiu, pela terceira vez em 2016, quando liderava.

Marquez passou a somar 145 pontos, mais 24 do que Lorenzo e 42 face a Rossi.

Para a segunda parte da corrida, depois de mais de quase uma hora de interrupção devido ao mau tempo, a primeira linha da grelha foi composta por três italianos: Andre Dovizioso, Danilo Petrucci e Rossi, sendo que todos acabaram por cair.

Rossi assumiu cedo a liderança, mas, quando liderava confortavelmente, caiu, com Márquez a assumir o comando, mas pressionado por Jack Miller. O australiano atacou e passou o espanhol, que, preocupado com o campeonato, 'deixou-o' ir.

Em Moto2, venceu, pela primeira vez na carreira, o japonês Takkaki Nakagami, que terminou em 34.33,948 minutos, batendo o francês Johann Zarco, segundo classificado, por 2,435 segundos e o italiano Franco Morbidelli, terceiro, por 5,670.

No que respeita ao campeonato, Zarco ascendeu à liderança, com os mesmos 126 pontos do espanhol Alex Rins, que foi sexto em Assen, e mais cinco do que o britânico Sam Lowes, quarto na prova holandesa.

O português Miguel Oliveira (Leopard Racing) foi 15.º colocado e pontuou pela quinta vez e quarta consecutiva, sendo o 15.º da tabela, com 24 pontos.

No que respeita ao Moto3, o pódio foi 100 por cento italiano, com Francesco Bagnaia a conseguir também a sua primeira vitória, ao superiorizar-se aos compatriotas Fabio Di Giannantonio e Andrea Migno.

No campeonato, lidera confortavelmente o sul-africano Brad Binder, com 151 pontos, contra 103 do espanhol Jorge Navarro.

Lusa

  • Ronaldo terá colocado milhões de euros nas Ilhas Virgens britânicas
    4:15

    Desporto

    José Mourinho e Cristiano Ronaldo são apenas dois dos nomes da maior fuga de informação na história do desporto. A plataforma informática Football Leaks forneceu milhões de documentos à revista alemã Der Spiegel, entre os quais documentos que indicam que o capitão da seleção nacional terá colocado milhões de euros da publicidade nas Ilhas Virgens britânicas. Os dados foram analisados por um consórcio de 60 jornalistas, do qual o Expresso faz parte, numa investigação que pode ler este sábado no semanário.

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.