sicnot

Perfil

Desporto

Chile vence Copa América e Messi diz adeus à seleção

O Chile conquistou domingo a Copa América do Centenário em futebol, revalidando o título, ao vencer a Argentina por 4-2, no desempate por pontapés da marca da grande penalidade. Depois do jogo, o argentino Lionel Messi anunciou o seu adeus à seleção.

© USA Today Sports / Reuters

Em New Jersey, os chilenos só falharam um penalti, enquanto os argentinos desperdiçaram dois, por Lionel Messi, que atirou por cima, e Lucas Biglia, num remate defendido por Claudio Bravo, antes de Francisco Silva selar o título.

Na final de 2015, o Chile, então anfitrião, já havia vencido na lotaria, por 4-1, também depois de 120 minutos sem golos.

Messi anuncia adeus à seleção argentina

"Para mim a seleção nacional acabou. Fiz tudo o que podia, dói não ser campeão", afirmou o capitão da formação albi-celeste, de 29 anos, em declarações aos jornalistas, após a sua quarta derrota numa grande final com a Argentina.

Com Lusa

  • O adeus de Messi à seleção argentina
    0:25

    Desporto

    Depois da derrota nas grandes penalidades frente ao Chile, na final da Copa América, Lionel Messi disse que não vai voltar a jogar pela seleção argentina. O jogador do Barcelona, que falhou o primeiro penalti dos argentinos, afirmou que deixará a seleção "para o bem de todos".

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52