sicnot

Perfil

Desporto

João Sousa congratula-se por vitória em partida "muito exigente"

O tenista português João Sousa congratulou-se hoje pela sua qualificação para a segunda eliminatória de Wimbledon, ao derrotar o russo Dmitry Tursunov numa partida "muito exigente a nível físico e mental".

Arquivo Lusa

"Foi um encontro muito suado, muito exigente a nível físico e mental. Penso que a nível mental estive bem durante todo o encontro. Estive várias vezes em situação desfavorável e consegui dar a volta e estou muito contente por ter tido essa frieza de estar sempre a lutar pelo encontro", disse, em declarações divulgadas pela assessoria de imprensa do tenista.

João Sousa, 31.º pré-designado, qualificou-se hoje pela primeira vez para a segunda eliminatória de Wimbledon, ao vencer o russo Dmitry Tursunov na ronda inaugural do terceiro 'Grand Slam' de ténis de 2016.

Depois de ter perdido na primeira eliminatória do torneio inglês nos dois anos anteriores (2014 e 2015), Sousa conseguiu, à terceira tentativa, vencer um encontro na relva londrina, após uma 'maratona' de cinco 'sets', pelos parciais de 3-6, 7-6 (7-2), 4-6, 6-3 e 7-5, em três horas e 13 minutos.

O tenista natural de Guimarães perdeu o 'set' inicial, mas ganhou um importante 'balão de oxigénio' ao vencer o segundo no 'tie-break', e, apesar de cedido o terceiro parcial, impôs-se nos dois últimos, fechando o encontro ao quebrar o serviço de Tursunov.

Sousa, que há um mês estabeleceu a melhor classificação de sempre de um jogador português no 'ranking' mundial, ao ser 28.º classificado -- atualmente ocupa o 31.º lugar -, voltou a ultrapassar a primeira barreira de um 'major' neste ano, depois de já ter atingido a segunda eliminatória em Roland Garros (França).

"Mais uma vitória num 'Grand Slam' e sem dúvida especial por ter sido aqui em Wimbledon, um torneio tão emblemático", declarou.

Sousa, de 27 anos, que se tornou o primeiro tenista português com estatuto de cabeça de série em Wimbledon, vai defrontar na segunda ronda o norte-americano Dennis Novikov, 145.º da hierarquia, que se impôs ao australiano Luke Saville em quatro 'sets', por 4-6, 6-4, 7-5 e 6-4.

Lusa

  • Polémica "Supernanny" em debate hoje na SIC
    2:25
  • Será este o "momento mais Ronaldo" de sempre?

    Desporto

    Cristiano Ronaldo é protagonista de mais um momento que corre nas redes sociais. Depois de marcar o sexto golo do Real Madrid frente ao Desportivo da Corunha, o jogador português ficou ferido no rosto e foi obrigado a abandonar o campo. Mas antes, mesmo com a cara ensanguentada, pediu um telemóvel com "espelho" para ver a extensão do corte. Há quem brinque com a situação, dizendo que Ronaldo levou a sua obsessão com a sua imagem a um novo nível, mas há também quem desvalorize a situação.

    SIC

  • Democratas aceitam compromisso para acabar com shutdown nos EUA

    Mundo

    Os senadores democratas aceitaram esta segunda-feira um acordo orçamental provisório que vai permitir acabar com a paralisação parcial do Governo federal dos Estados Unidos, situação conhecida como shutdown, anunciou o líder da minoria democrata no Senado, Chuck Schumer.

  • Refeição de 1.100 euros em Veneza

    Mundo

    O centro de Veneza oferece os mais variados restaurantes. Com menu obrigatório, sem menu, com taxas, sem taxas, sentando ou em pé. Depois há aqueles restaurantes que cobram 1.100 euros por cinco pratos acompanhados por água. O caso aconteceu com quatro turistas japoneses, que depois de pagarem a conta, apresentaram queixa às autoridades. O presidente da Câmara da cidade italiana já disse que ia investigar a situação e, caso se confirmasse, prometeu que iria castigar os responsáveis.

    SIC