sicnot

Perfil

Desporto

Ajuda financeira do Governo vai permitir finalizar obras do metro dos Jogos Olímpicos

O secretário dos Transportes do Estado do Rio de Janeiro, Rodrigo Vieira, disse, na quinta-feira, que a ajuda do Governo Federal para o Estado vai permitir terminar as obras do metropolitano da cidade, essencial para os Jogos Olímpicos.

© Nacho Doce / Reuters

O governo interino publicou, na quinta-feira, no Diário Oficial da União, uma medida provisória autorizando um crédito extraordinário de 2,9 mil milhões de reais (813 milhões de euros) para o governo do Estado do Rio de Janeiro, que enfrenta uma grave crise financeira.

O dinheiro estava destinado para o governo suportar as despesas de segurança dos Jogos Olímpicos Rio2016, numa altura em que crescem preocupações com a violência e com possíveis protestos de agentes de forças de segurança por atrasos nos pagamentos.

"O governo do Estado, com esses recursos, vai reorganizar as suas finanças e deslocar recursos estaduais para quitar os débitos que tem com as construtoras do metropolitano e pagar o que falta para a conclusão do trecho olímpico do metropolitano", explicou Rodrigo Vieira.

A confirmação surgiu um dia depois de Rodrigo Vieira ter admitido à RJTV que as obras da linha 4 do metropolitano poderiam parar a qualquer momento, na sequência de o Tesouro Nacional ter recusado dar aval à contratação de um empréstimo de 989 milhões de reais (263 milhões de euros) para finalizar a obra.

A dívida com a obra já chega a 350 milhões de reais (97,2 milhões de euros), sendo necessários outros 150 milhões de reais (42 milhões de euros) para pagar outras intervenções necessárias ao funcionamento da nova linha de transporte durante os jogos.

Segundo o secretário dos Transportes, a obra custará, pelo menos, 9,7 mil milhões de reais (2,7 mil milhões de euros).

A linha 4 do metropolitano deve começar a funcionar a 01 de agosto, quatro dias antes do início dos Jogos Olímpicos.

Lusa

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.