sicnot

Perfil

Desporto

Federer garante presença nos quartos-de-final em Wimbledon

Depois de derrotar o norte-americano Steve Johnson, o tenista Roger Federer participa pela 14ª vez nos quartos-de-final.

O recordista de títulos do Grand Slam (17) recordou que tem o hábito de planificar a época com mais de um ano de avanço e assumiu que 2017 já está programado.

O recordista de títulos do Grand Slam (17) recordou que tem o hábito de planificar a época com mais de um ano de avanço e assumiu que 2017 já está programado.

© Arnd Wiegmann / Reuters

O tenista suíço e recordista de títulos do 'Grand Slam', Roger Federer, avançou hoje para a sua 14.ª presença nos quartos de final do campeonato de Wimbledon, ao derrotar o norte-americano Steve Johnson em três sets.

O sete vezes campeão do torneio londrino e terceiro cabeça de série igualou assim, com a vitória na quarta ronda por 6-2, 6-3 e 7-5, o recorde de triunfos em 'Grand Slams', que era pertença exclusiva de Martina Navratilova.

Nos quartos-de-final, Federer, que procura em Wimbledon o seu 18.º título em majors, vai defrontar o croata Marin Cilic, apurado após a desistência do japonês Kei Nishikori.

Com Lusa

  • "A vitória de Bruno de Carvalho pode ser uma vitória de Pirro"
    1:01
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    As eleições para a presidência do Sporting realizam-se no próximo sábado e os comentadores d'O Dia Seguinte avaliaram já as hipóteses de vitória dos candidatos. Rui Gomes da Silva considera que a gravação que implicava José Maria Ricciardi não vai influenciar a decisão de voto. Já Paulo Farinha Alves acredita que Bruno de Carvalho vai vencer a eleição. Contudo José Guilherme Aguiar avisa as eleições podem não trazer estabilidade ao Sporting.

  • SIC revela relatório que provava falência do GES
    2:06
  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26
  • Vulcão Etna em erupção
    1:34
  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22
  • Como a maioria de Esquerda gere as votações
    2:15

    País

    A gestão entre os partidos é feita diariamente mas nem sempre PCP e Bloco de Esquerda têm votado ao lado do Governo. A SIC ouviu um politólogo, que diz que o objetivo é cada um salientar as diferenças que os separam do PS. No entanto, também há exemplos que provam que nenhum dos partidos quer pôr em causa a estabilidade política.