sicnot

Perfil

Desporto

Amostras de sangue da Operación Puerto nas mãos da Agência Mundial Antidopagem

A Agência Mundial Antidopagem (AMA) e a União Ciclista Internacional (UCI) revelaram hoje que recuperaram as amostras de sangue e os sacos de plasmas da "Operación Puerto", o maior caso de dopagem na última década em Espanha.

© Sergei Karpukhin / Reuters

"A AMA e a UCI vão continuar o seu trabalho conjunto de investigação sobre a Operación Puerto e consideram todas as opções legais possíveis", destacou a AMA em comunicado, depois de ser conhecida a decisão da Audiência provincial de Madrid de entregar os citados sacos às autoridades antidopagem competentes.

Em maio de 2006, 211 sacos de sangue e plasma foram apreendidos pela polícia espanhola nos escritórios do médico Eufemiano Fuentes, no âmbito de uma rusga relacionada com o desmantelamento de uma rede de dopagem espanhola, com ramificações em várias modalidades

O tribunal madrileno decidiu, a 14 de junho, absolver os dois únicos condenados na Operación Puerto, o médico Eufemiano Fuentes e o preparador físico José Ignacio Labarta, e entregar as provas do julgamento, que se realizou no primeiro semestre de 2013.

Apenas cinco ciclistas foram condenados no âmbito do escândalo que abalou o desporto espanhol.

Os sacos de sangue e plasma estão agora armazenados num laboratório acreditado pela AMA fora de Espanha.

Lusa

  • "Quem não deve não teme"

    Football Leaks

    O futebolista português Cristiano Ronaldo, questionado sobre a sua alegada fuga ao fisco veiculada pela investigação "Football Leaks", disse que "quem não deve não teme", numa reação difundida esta quinta-feira pela rádio espanhola Onda Cero.

  • Hospitais já registam picos de afluência apesar de casos de gripe serem ainda poucos
    2:13

    País

    A gripe ainda não chegou em força, mas nos últimos dias foram vários os hospitais com grande afluências de doentes, sobretudo idosos e com infeções respiratórias. Em alguns dias desta semana o número de doentes disparou para mais de 600, como disse à SIC o presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário de Coimbra.

  • Cerca de 150 civis doentes retirados de Alepo

    Mundo

    Cerca de 150 civis, a maioria doentes ou deficientes, foram retirados na noite de quarta-feira para quinta-feira de um centro de saúde de Aleppo, na parte mais antiga da cidade tomada pelo exército sírio, anunciou a Cruz Vermelha internacional.