sicnot

Perfil

Desporto

Évora fora da final do triplo. Lima e Bazolo nas meias-finais de 200 e 100

O atleta português Nelson Évora falhou hoje a qualificação para a final do triplo salto dos Europeus de atletismo, em Amesterdão. Já David Lima, nos 200 metros, e Lorène Bazolo, nos 100, apuraram-se para as meias-finais.

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

Ao conseguir apenas 16,27 metros no seu segundo ensaio, Nelson Évora foi 17.º classificado entre os 27 concorrentes, ficando fora dos 12 qualificados para a final, o pior dos quais saltou 16,45.

O atleta, que já venceu uma medalha olímpica, abriu com 15,88 e conseguiu o melhor ensaio a 16,27. Concluiu o seu concurso com um salto a 16,15. Os melhores da qualificação foram o polaco Karol Hoffmann e o alemão Max Hess, ambos com 16,93.

David Lima teve um apuramento tranquilo para as meias-finais dos 200 metros, terminando em segundo na terceira e última série, com 20,82 segundos, atrás do holandês Solomon Bockarie, com 20,55. A sua marca foi a quinta no conjunto das três séries, cujos melhores tempos pertenceram a Bockarie e ao espanhol Bruno Hortelano.

Também Lorène Bazolo foi segunda na sua série de 100 metros, conseguindo a marca de 11,44 segundos e sendo apenas superada pela italiana Gloria Hooper, com 11,40. A marca de Bazolo, atleta de origem congolesa que se tornou portuguesa em maio passado, foi a oitava entre as 22 concorrentes às três séries realizadas, das quais foram apuradas 15 para as meias-finais. A melhor marca no conjunto pertenceu à alemã Rebekka Haase, com 11,23.

David Lima e Lorène Bazolo correrão na sexta-feira as meias-finais, nas quais já tomarão parte as atletas com melhores marcas de qualificação, apuradas automaticamente.

Tal como Diogo Ferreira na véspera, Marta Onofre não foi nada feliz no salto com vara, ao ser eliminada por ter falhado um ensaio nas alturas intermédias. A atleta portuguesa passou 4,35 metros à primeira tentativa, falhando a seguir 4,45, e foi 15.ª entre as 25 concorrentes na qualificação.

Ficaram apuradas para a final 14 atletas, as quais passaram, na pior das hipóteses, 4,35 à primeira tentativa, mas sem qualquer falha anterior, enquanto Marta Onofre só superou 4,20 à segunda tentativa.

Os Europeus de Amesterdão prosseguem na tarde de hoje, com a presença de mais dois portugueses, Cátia Azevedo nas meias-finais de 400 metros e Hélio Gomes nas eliminatórias de 1.500 metros.

Com Lusa

  • A proposta dos partidos para a redução da dívida
    1:55

    Economia

    O PS e o Bloco de Esquerda querem mais 45 anos para pagar as dívidas à UE e juros mais baixos. As medidas fazem parte da proposta para a redução da dívida pública. No relatório que será enviado ao Governo, não é pedido perdão da dívid como os partidos da esquerda chegaram a defender.

  • Ministros de Governos de Sócrates ouvidos pelo Ministério Público
    1:54
  • Suspeito de atropelamento mortal fala de acidente 
    2:00
  • A história de Macron e Brigitte Trogneux, 25 anos mais velha
    1:25

    Eleições França 2017

    A segunda volta das eleições francesas acontece já no próximo dia 7 de maio. Caso Emmanuel Macron seja eleito, o país terá como primeira-dama uma mulher 25 anos mais velha do que o Presidente. Brigitte Trogneux tem 64 anos e Macron 39, conheceram-se no liceu privado de jesuítas, em Amiens. Brigitte era a professora e Macron o aluno. Conheça a história do casal. 

  • Autoridades garantem ter evitado novo ataque terrorista em Londres
    0:59

    Mundo

    A polícia britânica garante que evitou um novo atentado em Londres. Mulher baleada faz parte das oito pessoas que foram detidas numa operação antiterrorista na capital britânica e no sul de Inglaterra. A operação realizou-se após a detenção de um homem com três facas, nas imediações do Parlamento britânico.

  • Polícia espanhola divulga imagens de operação anti-jihadista

    Mundo

    A polícia espanhola divulgou esta sexta-feira novas imagens da operação anti-jihadista levada a cabo na terça-feira em Barcelona. Sabe-se agora que dois dos nove suspeitos detidos podem estar relacionados com a célula terrorista de Bruxelas, responsável pelos ataques no Aeroporto de Zaventem e no metro da capital belga.

  • Menina que nasceu com três pernas já corre após a cirurgia

    Mundo

    Uma criança do Bangladesh que cresceu com três pernas vai regressar a casa, depois de uma viagem até à Austrália, onde foi operada para retirar o membro a mais. Como resultado de um gémeo que não se formou por completo, a criança de três anos nasceu com uma terceira perna na pélvis. Alguns meses após a cirurgia, feita em novembro, a menina já corre.