sicnot

Perfil

Desporto

Tamila Holub campeã europeia júnior dos 1.500 livres

A nadadora portuguesa Tamila Holub sagrou-se hoje campeã europeia júnior dos 1.500 metros livres, ao vencer a prova dos campeonatos que estão a decorrer em Hódmezovásárhely, Hungria.

comiteolimpicoportugal.pt

De acordo com nota da Federação Portuguesa de Natação, Holub dominou a prova por larga margem, assumindo a liderança desde o início, tendo terminado com o tempo de 16.20,80 minutos, novo recorde nacional por 18 segundos. A anterior marca (16.38,60) já lhe pertencia e tinha sido estabelecida em 14 de maio último, em Gijon (Espanha).

Na segunda posição terminou a alemã Celin Rieder (16.25,03), enquanto a terceira foi a italiana Sveva Schiazzano (16.26,16).

"Parece um sonho. Treinámos tanto durante todo o ano para chegar a um bom nível, mas nunca pensei chegar ao título europeu", afirmou a nadadora logo após a cerimónia do pódio.

Em relação à prova, a nadadora portuguesa de origem ucraniana disse: "Decidimos utilizar esta tática, sair forte logo nos primeiros metros. Sabia que era uma prova de risco, mas tinha de ser o tudo ou nada. Controlei a prova sempre, apesar de saber que as adversárias estavam a lutar pelo pódio e podiam recuperar na parte final."

O treinador Luís Cameira assumiu também o risco de uma tática para uma competição contra o tempo: "A Tamila estava muito confiante para esta prova. Sabíamos que tinha treinado para estar forte na segunda parte da competição. O difícil já tinha feito, que foi a prata nos 800 livres. Ela ainda não tinha nadado a distância na sua máxima forma, por isso este recorde de quase 18 segundos."

Para o técnico, Holub tem vindo a realizar uma "carreira consolidada", uma vez que já tinha sido nona classificada nos mundiais de Singapura e soma já 27 recordes de Portugal. "Tínhamos o sonho do pódio, mas não da medalha de ouro. Estamos felicíssimos", sublinhou.

A nadadora do Sporting de Braga foi há dois dias vice-campeã da Europa dos 800 livres. Na quinta-feira, bateu o recorde de Portugal de juniores dos 400 livres (4.16,77), no dia que viu confirmada, aos 17 anos, a sua presença nos Jogos Olímpicos do Rio2016.

A última portuguesa campeã europeia de juniores foi Diana Gomes nos 100 e 200 bruços em Budapeste2005.

Lusa

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23

    Mundo

    Cerca de 1.4 milhões de crianças estão em risco iminente de morrer à fome. Deste modo, a UNICEF faz um apelo urgente de cerca de 230 milhões de euros para levar nos próximos meses comida, água e serviços médicos a estas crianças. As imagens desta reportagem podem impressionar os espectadores mais sensíveis.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Partidos querem eleições a 1 de outubro
    1:35
  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32
  • Homem que esfaqueou mulher em Esmoriz é acusado de homicídio qualificado
    1:24

    País

    O homem que no sábado esfaqueou a mulher em Esmoriz está acusado de homicídio qualificado. O arguido de 50 anos foi ouvido esta segunda-feira pelo juiz de instrução e ficou em prisão preventiva, uma medida fundamentada pelo perigo de fuga e de alarme. O homem remeteu-se ao silêncio durante o interrogatório, no Tribunal de Aveiro.

  • Homem condenado a oito anos e meio por abuso sexual da mãe
    1:10

    País

    O Tribunal de Coimbra condenou esta segunda-feira um homem de 53 anos a oito anos e meio de prisão por abuso sexual da mãe e ainda por crimes de roubo e coação. A mãe, de 70 anos, sofria de problemas nervosos e consumia bebidas alcoólicas com frequência, tendo sido vítima de abuso sexual por parte do filho enquanto dormia. Os crimes cometidos remetem para o início de 2016, depois do homem já ter cumprido outras penas de prisão em Espanha.

  • Jovem de 21 anos morre colhida por comboio na linha da Beira Baixa
    0:43

    País

    Uma jovem de 21 anos morreu esta segunda-feira ao ser atropelada pelo comboio Intercidades à saída da estação de Castelo Branco, na linha da Beira Baixa. A vítima foi colhida pelo comboio que seguia no sentido Lisboa-Covilhã ao atravessar a linha de caminho de ferro. Este é um local onde não existe passagem de nível, mas habitualmente muitas pessoas arriscam fazer a travessia da linha.

  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.