sicnot

Perfil

Desporto

UEFA iliba francês Mamadou Sakho

A UEFA ilibou hoje o internacional francês Mamadou Sakho, suspenso em abril pela organização de cúpula do futebol europeu por alegadas infrações ao código antidopagem, foi anunciado em comunicado.

© Reuters Staff / Reuters

"Após audição dos advogados do jogador, peritos de laboratórios reconhecidos pela Agência Mundial Antidopagem (AMA), a comissão de controle, ética e disciplina decidiu arquivar o caso", pode ler-se em comunicado da UEFA, sem indicar pormenores.

O defesa francês de 26 anos, a representar o Liverpool, falhou um controlo antidoping e foi então suspenso provisoriamente após o jogo dos oitavos de final da Liga Europa deste ano frente ao Manchester United.

Lusa

  • FIFA alarga suspensão de Sakho a todas as competições

    Desporto

    A FIFA alargou a suspensão do jogador Sakho a todas as competições. O defesa do Liverpool está a cumprir 30 dias de suspensão por ter acusado positivo no controlo antidoping. O caso remonta a 17 de março, no jogo com o Manchester United, referente aos oitavos de final da Liga Europa. Mamadou Sakho, de 26 anos, vê agora o castigo imposto pela UEFA alargado a todas as competições.

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Patrões não aceitam alterações ao acordo de concertação social
    2:25

    Economia

    As confederações patronais foram esta sexta-feira ao Palácio de Belém dizer ao Presidente da República que não aceitam que o Parlamento faça alterações ao acordo de concertação social. Os patrões dizem ainda ter esperança que o Parlamento não chumbe o decreto-lei que reduz a TSU das empresas com salários mínimos.

  • Dirigente derrotado da Gâmbia concorda em ceder poder

    Mundo

    O ex-presidente e candidato derrotado das eleições na Gâmbia, Yahya Jammeh, concordou em ceder o poder ao novo Presidente do país, empossado na quinta-feira, indicou esta sexta-feira um responsável governamental senegalês.