sicnot

Perfil

Desporto

João Sousa sobe no ranking e Djokovic continua na liderança

O português João Sousa subiu hoje um lugar para a 30.ª posição do ranking mundial de Ténis, numa classificação que continua a ser liderada pelo sérvio Novak Djokovic, apesar do seu resultado desastroso em Wimbledon.

FACUNDO ARRIZABALAGA

O tenista português beneficiou do bom desempenho na terceira prova do Grand Slam de 2016, na qual alcançou o seu melhor resultado de sempre, ao atingir a terceira eliminatória do torneio inglês, na qual foi batido pelo checo Jiri Vesely, em três sets (6-2, 6-2 e 7-5).

Sousa, que há cerca de dois meses estabeleceu a melhor classificação de sempre de um jogador português na hierarquia do ténis mundial, ao ser 28.º classificado, igualou os melhores resultados em majors, repetindo a presença na terceira ronda nos Estados Unidos, em 2013, e na Austrália, em 2015 e 2016.

Gastão Elias continua a ser o segundo melhor português na hierarquia do ténis mundial, tendo subido três postos, para 89.º, apesar de ter caído frente ao moldavo Radu Albot logo na eliminatória inaugural do torneio londrino em piso de relva, pelos parciais de 6-3, 2-6, 5-7 e 4-6.

Djokovic, que venceu os dois primeiros majors de 2016, manteve-se na liderança do ranking, mesmo tendo sido afastado de forma surpreendente na terceira ronda em Wimbledon, permitindo a aproximação do britânico Andy Murray, que venceu a prova caseira.

O suíço Roger Federer manteve-se na terceira posição e as únicas alterações entre os 10 primeiros passaram pela subida de um lugar do checo Tomas Berdych, para oitavo, por troca com o austríaco Dominic Thiem (nono), e pela entrada do francês Jo-Wilfried Tsonga, que fecha o 'top10'.

A portuguesa Michel Larcher de Brito não conseguiu ultrapassar o torneio de qualificação em Wimbledon e caiu do 261.º para o 268.º lugar do ranking feminino, que é liderado de forma ainda mais isolada pela norte-americana Serena Williams, vencedora do torneio britânico.

A alemã Angelique Kerber, finalista vencida da prova londrina, subiu dois lugares na classificação, para o segundo posto, ultrapassando a espanhola Garbiñe Muguruza e a polaca Agnieszka Radwanska, que desceram para a terceira e quarta posições, respetivamente.

Com Lusa

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.