sicnot

Perfil

Desporto

Benzema não foi afastado em definitivo da seleção francesa

O presidente da Federação Francesa de Futebol (FFF), Noël Le Graët, reiterou hoje que Karim Benzema, envolvido num processo judicial, não foi afastado da seleção em definitivo, mas escusou-se a adiantar uma data para o seu regresso.

© Stephane Mahe / Reuters

"Sempre o considerei um bom jogador e ele não foi suspenso para toda a sua vida", considerou Noël Le Graët, acrescentando que o selecionador pode não convocar um jogador que não está castigado se entender que é o melhor para o grupo.

Noël Le Graët, que falava numa conferência de imprensa para avaliar o Euro2016, insistiu que aguarda o desenvolvimento do processo judicial em curso a Benzema, envolvido num alegado caso de chantagem de cariz sexual.

Mas além do 'caso Benzema', o presidente da FFF destacou o desempenho dos jogadores gauleses no Euro 2016, que a anfitriã França perdeu no prolongamento da final disputada com Portugal (1-0).

A federação francesa decidiu excluir da seleção para o Euro2016 o jogador Karim Benzema, por o seu nome estar envolvido numa suposta chantagem de cariz sexual com um vídeo que envolve ainda o também internacional gaulês Mathieu Valbuena.

Benzema defendeu, nos dias anteriores ao início do Euro2016, que a sua ausência se devia ao facto de o selecionador francês, Didier Deschamps, ter "cedido à pressão de uma parte racista da França", dadas as suas origens magrebinas.

Lusa

  • Corpos de portuguesas trasladados segunda-feira 
    1:27
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Estado vai tomar posse de terras abandonadas

    País

    O Governo vai recorrer ao Código Civil para permitir que o Estado tome posse de terras ao abandono. À margem da entrevista ao Expresso, o primeiro-ministro anunciou que o Governo irá acionar o artigo 1345º do Código Civil, que estabelece que as coisas imóveis sem dono conhecido se consideram do património do Estado.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22