sicnot

Perfil

Desporto

Renato Sanches é jogador revelação e Rui Vitória melhor treinador da época passada

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) atribuiu hoje o prémio de Jogador Revelação da edição 2015/16 a Renato Sanches, enquanto Rui Vitória foi considerado Melhor Treinador.

Hoje, numa cerimónia que antecedeu o sorteio que dita o calendário das provas da nova temporada futebolística, a LPFP atribuiu vários prémios, destacando-se no que se refere a distinções na I Liga nomes ligados ao campeão Benfica, e na II Liga, ao FC Porto B, que ficou na primeira posição, mas, face ao regulamento, não pode ser promovido.

O internacional português que alinhava no Benfica e vai rumar ao Bayern, da Alemanha, venceu o prémio Jogador Revelação da I Liga e a distinção 'Melhor Jogador' ficou para o benfiquista Jonas, que simultaneamente foi o melhor marcador com 32 golos.

Já o treinador do Benfica, Rui Vitória, venceu o prémio 'Melhor Treinador' da I Liga e, numa mensagem gravada dirigida aos presentes na cerimónia que decorre em Santa Maria da Feira, o técnico, além de agradecer a distinção, prometeu "uma equipa muito ambiciosa" na próxima temporada.

A distinção Golo do Ano, escolha feita pelos adeptos através de votação 'online', recaiu sobre o tento apontado por Renato Saches à 12.ª jornada na Luz frente à Académica.

A LPFP também aproveitou para homenagear o antigo árbitro internacional Paulo Paraty que morreu a 4 de maio, aos 53 anos, vítima de doença prolongada.

  • Caravana com cinzas de Fidel chega este sábado a Santiago de Cuba
    2:01
  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.