sicnot

Perfil

Desporto

Selecionador do Uruguai admite doença que lhe afeta os movimentos

O selecionador uruguaio, Óscar Tabárez, afirmou hoje, à imprensa do seu país, que se encontra bem de saúde, admitindo que padece de uma neuropatia que afeta os seus movimentos.

© Andres Stapff / Reuters

"Não digo muito bem, mas estou bastante bem", disse o técnico, em declarações difundidas pelo periódico Subrayado, ao qual negou ser vítima da síndrome Guillain-Barré, embora se desloque, há dias, numa cadeira de rodas eletrónica.

Guillain-Barré é um transtorno neurológico que faz com que o sistema imunitário ataque uma parte do sistema nervoso, algo de que Tabárez, de 69 anos de idade, diz não ser vítima: "Sofro de uma doença crónica, estou um pouco melhor, embora tenha oscilações na saúde."

"Se chegar o momento em que isso possa afetar o meu relacionamento com os jogadores ou algo do género, ponderarei afastar-me, mas isso nunca aconteceu", esclareceu, depois de ter dirigido o Uruguai com a ajuda de muletas, frente ao Brasil e Peru, em jogos de qualificação para o Mundial Rússia2018.

Lusa

  • "Vejam a cor da seara: a parte mais amarela é provocada pelo stress"
    2:20
  • Rogério Alves "perplexo" com nomeação de Elina Fraga
    1:52

    País

    O antigo bastonário da Ordem dos Advogados, Rogério Alves, admite que ficou "perplexo" com a escolha de Elina Fraga para vice-presidente do PSD. Em entrevista ao DN e à TSF Rogério Alves acusa a também ex-bastonária de defender sempre o contrário do PSD e de se opor à modernização e simplificação da justiça.

  • "Matavam as crianças a tiro", os relatos de rohingyas que fugiram de Myanmar
    2:02
  • Manifestação contra mina de urânio junta milhares em Salamanca
    1:39