sicnot

Perfil

Desporto

João Sousa junta-se a Gastão Elias nos quartos de final do torneio de Umag

O tenista portuguÊs João Sousa, segundo cabeça de série, apurou-se hoje para os quartos de final do torneio croata de Umag, ao derrotar o argentino Leonardo Mayer.

Sousa, primeiro jogador nacional e atual 32.º do 'ranking' mundial, venceu em dois 'sets' o 117.º da hierarquia, triunfando com os parciais de 7-5 e 7-6 (7-1), em 1:38 horas.

Nos quartos de final, o jogador vimaranense vai medir forças com o eslovaco Andrej Martin, 124.º do mundo, que hoje derrotou o compatriota Martin Klizan, 28.º, por 3-6, 7-5 e 6-2.

O outro português presente em Umag, Gastão Elias, já se tinha apurado anteriormente, ao afastar o primeiro cabeça de série da prova, o uruguaio Pablo Cuevas.

Frente ao jogador número 20 da hierarquia mundial, Elias, que esta semana alcançou a sua melhor classificação de sempre, ao ser 72.º, teve de recuperar de um 'set' de desvantagem, depois de ter perdido o primeiro por 6-3, vencendo o segundo por idêntico resultado, enquanto o terceiro venceu por 7-6, com 9-7 no desempate.

Na próxima ronda, Elias vai medir forças com o espanhol Pablo Carreno-Busta, sexto cabeça de série e atual 56.º do mundo, que hoje derrotou o russo Teimuraz Gabashvili por 6-4 e 6-2.

Lusa

  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.

  • Presidente do Brasil formalmente acusado de corrupção

    Mundo

    O Procurador-Geral da República do Brasil apresentou na noite de segunda-feira ao Supremo Tribunal Federal uma denúncia contra o Presidente Michel Temer e o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) pelo crime de corrupção passiva.

  • Reconquista de Mossul ao Daesh pode estar para breve
    1:27
  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.